Vinhos de Farroupilha recebem certificado de Indicação de Procedência

O cenário escolhido para a entrega do certificado é o Santuário de Caravaggio, principal referência do município

Na próxima terça-feira, dia 27 de outubro, os produtores que integram a Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin) recebem do presidente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), Luiz Otávio Pimentel, o certificado de registro da mais nova Indicação Geográfica (IG) de vinhos do país, a Indicação de Procedência (IP) Farroupilha para vinhos finos moscatéis. A entrega começará às 11h, no Santuário de Caravaggio, em Farroupilha (RS). Antecedendo a solenidade, às 10h, haverá missa de agradecimento.

 

A IP Farroupilha para vinhos finos moscatéis é o reconhecimento, a valorização e a identificação da área delimitada associada à histórica região produtora de uvas moscatéis da Serra Gaúcha, onde há a maior concentração destas variedades de uvas.

 

Segundo o presidente da Afavin, João Carlos Taffarel, “o recebimento da certificação representa a passagem para um novo patamar de trabalho e de promoção dos vinhos e espumantes farroupilhenses, conquistado com um grande esforço e empenho dos envolvidos”. Ele destaca que a escolha do local, bem como a realização de missa antecedendo a solenidade de entrega, é uma forma de reforçar a devoção à padroeira do município e também de agradecimento pela conquista.

 

Para a Embrapa Uva e Vinho, que coordenou o projeto técnico, essa certificação, além de valorizar os territórios vitícolas brasileiros, dando-lhes uma maior imagem e reputação, serve, também, para qualificar os sistemas de produção de uvas e vinhos, beneficiando a indústria vinícola nacional. Segundo o chefe-geral da Embrapa Uva e Vinho, Mauro Zanus, “os viticultores e as vinícolas de Farroupilha têm, agora, uma excelente oportunidade de aprimorar seu sistema produtivo e aumentar o prestígio de seus vinhos junto aos mercados, que estão cada vez mais valorizando os  vinhos de terroir”.

 

As atividades em busca da IP começaram em 2005, com a criação da Afavin. Na sequência, diversas ações foram desenvolvidas, mas a iniciativa ganhou força no ano de 2009 com a aprovação do projeto de Desenvolvimento e Estruturação da Indicação Geográfica, sob a coordenação da Embrapa Uva e Vinho, tendo como instituições parceiras a Embrapa Clima Temperado, a Universidade de Caxias do Sul e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em trabalho conjunto com os produtores associados da Afavin e apoio da Prefeitura Municipal de Farroupilha.

 

Atualmente, a Afavin reúne nove vinícolas: Adega Chesini, Basso Vinhos e Espumantes, Cave Antiga Vitivinícola, Cooperativa Vinícola São João, Vinhos Don Giusepp, Vinícola Cappelletti, Vinícola Colombo, Vinícola Perini e Vinícola Tonini.

 

 

Deixe seu comentário