Ferrugem asiática. Ferrugem da soja
DATA: 05/10/2016

8 tecnologias para controlar a ferrugem asiática na safra de soja 2016/17

Já foram registradas 25 ocorrências de ferrugem asiática em soja voluntária ou “guaxa”, de acordo com o Consórcio Antiferrugem Darlene Santiago (darlene@sfarming.com.br)

A ferrugem asiática é uma das piores doenças que comprometem a produção de soja no Brasil. Causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi, a doença causa amarelecimento e queda das folhas da soja e perdas de produtividade. Mesmo com o vazio sanitário da soja, medida que visa controlar a ferrugem, a doença não tem fim e exige monitoramento constante.

 

De acordo com o Consórcio Antiferrugem, já foram registradas 25 ocorrências de ferrugem asiática em soja voluntária ou “guaxa” na safra 2016/2017. Foram oito ocorrências no Paraná, 16 em São Paulo e uma no Mato Grosso (leia mais: Resistência da ferrugem da soja deve ser um problema na safra 2016/2017). Para ajudar o produtor a controlar a doença, a Successful Farming Brasil preparou uma lista com oito tecnologias disponíveis no mercado brasileiro para a safra 2016/2017. Confira:

 

Ativum™EC

Esse é um novo fungicida para o controle da ferrugem-asiática na soja lançado pela multinacional alemã Basf em julho deste ano. “A Basf oferece ao mercado agrícola um novo fungicida foliar, com triplo modo de ação que proporciona um excelente controle de ferrugem-asiática e outras importantes doenças, além de auxiliar no manejo de resistência dos fungos”, diz Elias Guidini, gerente de Marketing da Basf para a cultura da soja no Brasil.

Diferencial: o produto é ideal para o manejo de resistência. Segundo a Basf, o fungicida tem alta eficiência no controle de outras importantes doenças nas diferentes fases de desenvolvimento da soja, além de ser recomendado para o controle da ferrugem-tropical no milho, mancha-amarela e ferrugem-da-folha no trigo, entre outras culturas.

Mais informações: pelo SAC da Basf, no telefone 0800 0192500.

 

Azimut

Fungicida fabricado pela Adama, o Azimut controla de forma simples e eficiente as principais doenças, como ferrugem, cercospora e septoria.

Diferencial: a exclusiva proporção das moléculas que compõem Azimut, de Azoxistrobina e Tebuconazol, aliada à fórmula desenvolvida pelos melhores químicos israelenses da Adama, assegura amplo espectro de controle de doenças. O Azimut foi lançado no mercado em 2012. Mais informações: pelo telefone da Adama, (43) 3371-9000.

 

Cypress

O fungicida Cypress, lançado pela multinacional suíça Syngenta em agosto deste ano, age como um potencializador no manejo das doenças, entre elas a ferrugem asiática. De acordo com a Syngenta, trata-se de uma estratégica de dois ingredientes ativos: Ciproconazol e Difenoconazol.

Diferencial: além de eficácia, o Cypress garante conveniência. “Sua formulação proporciona fácil preparação da calda, não entope bicos de aplicação e não é facilmente lavado pela chuva, ao contrário da maioria dos fungicidas a base de Mancozeb, também conhecidos como fungicidas protetores”, diz Rafael Oliveira, gerente de portfólio de fungicidas da Syngenta. Mais informações: pelo telefone 0800 7044 304.

 

Elatus

É um fungicida produzido pela Syngenta em fábrica localizada em Paulínia (SP). Segundo a empresa, a tecnologia da formulação, somada às características dos princípios ativos de Elatus, também aperfeiçoa o transporte do ingrediente ativo para o tecido das plantas, permitindo que ele comece rapidamente a mover-se sistemicamente para proteger a cultura. O produto foi lançado pela Syngenta em 2014.

Diferencial: com tecnologia Pepite, desenvolvida pela Syngenta, o processo de produção desenvolve o fungicida Elatus como grânulos solúveis em água, que combinam as propriedades de manipulação de um líquido com a conveniência de um produto seco e sólido. Mais informações: pelo telefone 0800 7044 304.

 

Fox

Fox é um fungicida sistêmico que une ingredientes ativos dos grupos químicos estrobilurina (trifloxistrobina) e triazolintiona (protioconazol), fabricado pela multinacional alemã Bayer. Na cultura da soja, a tecnologia apresenta considerável espectro sendo eficaz no controle da ferrugem, oídio, doenças de final de ciclo, antracnose, mancha alvo e mela. Segundo a Bayer, o produto também é recomendado para as culturas do algodão, feijão, milho e trigo.

Diferencial: o fungicida apresenta ação preventiva e curativa, com combinação única de ativos que é ideal para a rotação de modos de ação e imprescindível nas primeiras aplicações. O lançamento da tecnologia foi em 2011. Mais informações: canal Converse Bayer, pelo telefone 0800 0115560.

 

Horos

Esse é um fungicida fabricado pela Adama, disponível no mercado desde 2012. De acordo com a Adama, Horos apresenta ótimos resultados para as diversas populações de ferrugem asiática existentes atualmente e o produtor não precisa se preocupar com qual ferrugem vai enfrentar.

Diferencial: a exclusiva combinação das duas melhores moléculas fungicidas, Tebuconazol e Picoxistrobina, aliada à fórmula desenvolvida pelos químicos israelenses da Adama, confere uma melhor absorção e redistribuição dentro da planta, atuando de forma mais efetiva que os fungicidas tradicionais, trazendo a eficiência necessária para o combate da ferrugem. Mais informações: pelo telefone da Adama, (43) 3371-9000.

 

Locker

Trata-se de um fungicida sistêmico para controle de doenças foliares, agindo no complexo de doenças da soja como a ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhiz), mancha alvo (Corynespora cassiicola), mancha olho de rã (Cercospora sojina), mancha parda (Septoria glycines), oídio (Mycrosphaera difusa) e antracnose (Colletotrichum truncatum). Foi lançado pela FMC em 2012.

Diferencial: a principal característica do fungicida Locker é o efeito sinérgico e equilibrado de seus ativos, que proporcionam importantes benefícios como o amplo espectro de controle de fungos e excelente efeito residual. De acordo com a FMC, ao adquirir um produto com amplo espectro de controle, o produtor passa a ter um melhor manejo fitossanitário de sua lavoura. Outro diferencial do manejo é a indicação de posicionamento dos produtos ao longo do ciclo, de maneira a rotacionar ingredientes ativos. Mais informações: pelo telefone 0800 171787 ou pelo e-mail sac.apg@fmc.com.

 

Unizeb Glory

O fungicida Unizeb Glory foi lançado pela multinacional indiana UPL neste ano. É a primeira mistura de protetor com outros produtos sistêmicos desenvolvidos especialmente para o manejo da ferrugem na soja. Segundo a UPL, o fungicida atua de forma sistêmica na planta agindo na mitocôndria da célula do fungo e levando à parada do seu sistema respiratório. Assim, a tecnologia causa a morte do fungo através do esgotamento da energia da célula.

Diferencial: o Unizeb Glory atua em seis diferentes estruturas da célula do fungo causador da ferrugem ao mesmo tempo. Com isso, a tecnologia impossibilita a geração de resistência nas doenças. Além disso, outro diferencial é a Formulação WG, tecnologia “Spray – Dryer” que proporciona uma formulação altamente dispersível, com calda homogênea. Segundo a UPL, esse também é o único fungicida protetor com agentes que reduzem a fitotoxicidade de fungicidas preservando o potencial produtivo e mantendo as plantas mais verdes e saudáveis por mais tempo. Mais informações: pelo telefone (19) 3794-5600.

 

Leia mais:

Resistência da ferrugem da soja deve ser um problema na safra 2016/2017

Foram registradas 25 ocorrências de ferrugem asiática em três estados

Pesquisadores testam eficiência de defensivos contra a ferrugem asiática

Vazio sanitário da soja é eficaz no combate à ferrugem asiática

Paraná suspende 64 produtos ineficientes para combater a ferrugem asiática

7 dicas para realizar o Manejo Integrado de Pragas na safra 2016/2017

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.