Lavoura de soja.
DATA: 11/02/2016

Soja Plus planeja ações para 2016

O II Workshop Técnico do Soja Plus acontecerá no próximo dia 1º de Março em Cuiabá (MT)

O Soja Plus começou em Mato Grosso, em 2011, a partir da parceria entre a Abiove e a Aprosoja/MT. Nos últimos anos, informações importantes foram produzidas e disponibilizadas pelo programa e atenderam cinco mil produtores de quatro Estados, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Bahia. No próximo dia 1º de Março, acontecerá em Cuiabá (MT) o II Workshop Técnico do Soja Plus, onde os parceiros vão relatar como estão aplicando as diretrizes do programa e o que estão fazendo para deixá-lo mais dinâmico.

 

Para Pierre Vilela, superintendente do Inaes, agora é necessário formatar um sistema unificado de comunicação para gerir as informações e intensificar as ações, com uma espécie de banco de dados do Soja Plus. O Inaes faz parte do sistema Faemg, parceiro do programa em Minas Gerais. “Precisamos coletar e tratar as informações para avaliarmos os ganhos obtidos pelo Soja Plus”, diz.

 

Embora a metodologia de trabalho seja a mesma em cada Estado, envolvendo palestras motivacionais, cursos, visitas técnicas nas fazendas, nas quais são afixadas placas informativas, e aplicação de check list para verificar o avanço prático na capacitação dos sojicultores, há diferenças no desenvolvimento do programa em cada região.
O gerente de planejamento da Aprosoja/MT, Cid Sanches, destaca a importância do II Workshop Técnico. “Vamos fazer um alinhamento entre as ações e as metas, vamos falar sobre novas ferramentas e novos materiais a serem produzidos em 2016”, diz. Segundo ele, o foco principal estará na área ambiental.

 

“O workshop em Cuiabá será importante para os coordenadores aprenderem com os erros e acertos na implementação das diretrizes do Soja Plus. Eles irão preparar, também, o 6º Seminário Nacional Soja Plus, previsto para acontecer em Luis Eduardo Magalhães, no Oeste baiano, em setembro”, diz Bernardo Pires, gerente de sustentabilidade da Abiove.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais