mel
DATA: 12/09/2017

Simpósio sobre Perda de Abelhas no Brasil acontecerá em outubro

O evento vai debater as principais causas de perdas de enxames de abelhas, suas consequências e novas estratégias SF Agro

Cientistas brasileiros e de diversos países estarão reunidos de 16 a 18 de outubro para discutir e propor alternativas para evitar a perda de colônias de abelhas. O encontro, promovido pela Embrapa, vai ocorrer em Teresina, Piauí, no “Simpósio sobre Perda de Abelhas no Brasil”.

 

Durante o evento serão discutidas as principais causas de perdas de enxames de abelhas no Brasil, suas consequências, estratégias e direcionamentos de pesquisa para reduzir as perdas das colônias e os efeitos causados com o declínio de polinizadores.

 

A importância das abelhas para a preservação da vida, iniciativas para conservação de polinizadores, a criação de corredores ecológicos e o uso de ferramentas computacionais para monitorar colmeias e identificar fatores que provocam a perda de colônias são alguns dos temas a serem tratados no simpósio.

 

Polinização na agricultura

Na área da agricultura, o impacto do uso de defensivos agrícolas, o monitoramento dos polinizadores em ambientes naturais e agrícolas e o efeito das culturas transgênicas para as abelhas também farão parte da programação.

 

Além de painéis e palestras, no dia 19 de outubro a Embrapa irá realizar com seus pesquisadores um workshop para elaborar o mapa de resultados, plano de monitoramento e avaliação de impactos das pesquisas com abelhas da instituição.

 

A importância das abelhas

As abelhas são responsáveis pela polinização de centenas de árvores frutíferas. Algumas espécies vegetais são tão dependentes desses insetos para se reproduzirem que a extinção das abelhas pode levar à extinção da planta. Como muitos animais se alimentam de frutos e utilizam as árvores para abrigar ninhos, com a redução da quantidade de abelhas há um impacto negativo em todo o meio ambiente, podendo haver uma extinção em massa de várias espécies animais. “A conservação das abelhas é de extrema importância para a preservação ambiental e da biodiversidade, garantia de produção de alimento e geração de renda para apicultores”, explica a pesquisadora Fábia de Mello Pereira, líder de um projeto sobre conservação de recursos genéticos de insetos polinizadores.

 

De acordo com a Embrapa, na produção agrícola, esses insetos são considerados o agente polinizador mais importante e eficiente, sendo responsáveis pela polinização de aproximadamente 73% das espécies cultivadas em todo o mundo. Além dos impactos ambientais, também a segurança e diversidade alimentar, a garantia da nutrição humana e preços dos alimentos são estritamente relacionados à atuação dos agentes polinizadores. A produção de mel, própolis, pólen apícola, geleia real, apitoxina e as próprias colônias de abelhas, representam importante fonte de renda, especialmente na agricultura familiar. O desaparecimento das abelhas preocupa especialistas, organizações governamentais e não governamentais em todo o mundo. Leia também: Quem matou o polinizador?

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais