DATA: 14/02/2016

Sertanejo da dupla Victor & Leo investe em genética Senepol

A Fazenda Senepol Paraíso deverá realizar seu primeiro leilão em 2016

A Fazenda Senepol Paraíso, em Uberlândia (MG), está ampliando sua atuação no mercado de criação e reprodução genética de gado Senepol, espécie que está há 15 anos no Brasil. A propriedade de Leo Chaves, da dupla sertaneja Victor & Leo, espera realizar o seu primeiro leilão neste ano.

 

Prevendo o cenário positivo deste nicho da pecuária, Chaves resolveu há sete anos investir no negócio de venda de embriões, touros, prenhezes e matrizes Senepol. Em 2008, ele adquiriu uma propriedade, localizada no sul do Pará, onde as primeiras técnicas de criação e reprodução foram desenvolvidas e aprimoradas. Cinco anos depois, nasceu a Fazenda Senepol Paraíso, localizada a cinquenta quilômetros de Uberlândia (MG).

 

Atualmente, a fazenda possui um plantel com cerca de 350 animais. “Isso tudo foi criado com muita dedicação, paixão, expertise e grandes investimentos”, diz o cantor e empresário. “Este mercado  apresenta uma demanda muito maior do que a da oferta, pois os investidores fazendeiros estão entendendo o quanto a raça agrega e se depender da Fazenda Senepol Paraíso vamos entregar o que há de melhor para nossos clientes.”

 

 

Mercado de leilões e sêmen no Brasil

De acordo com dados da Associação Brasileira dos Criadores de Bovino Senepol (ABCB), o mercado de leilões registrou receita de R$ 33,6 milhões em 2014 e encerrou o ano passado com um faturamento de R$ 50 milhões. Outro setor que está em crescimento no País é a comercialização de sêmen. Segundo relatório da Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA), o negócio contabilizou crescimento de 4,49% em 2014 quando comparado com 2013. Os dados ainda mostram que a produção de sêmen de touros nacionais de corte elevou-se em 51,5%, naquele período, sendo que o Senepol é a terceira raça mais comercializada entre as fazendas. O documento também apresenta que, entre os anos de 2009 e 2014, houve um aumento na evolução de 59% do uso de inseminação artificial no Brasil para gado de corte. Já para gado de leite, a alta foi de 34%.

 

No modelo de negócio da Fazenda Senepol Paraíso, os clientes adquirem um pacote com 50 prenhezes, em que ele terá direito a 25 fêmeas e 25 machos, além de serviços, leilões e apoio especializado. Com 14 a 15 meses, a vaca já pode ser uma doadora, garantindo lucro para o fazendeiro. Segundo Debossan, o investimento total do negócio é de cerca de R$ 300 mil, com retorno a partir de 18 meses e lucro de 50%.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais