Crédito. financiamento. produtores. agricultura. CNA. farming brasil. sf agro

Santander libera R$ 250 milhões em crédito pré-aprovado na Cotrijal

No ano passado, a carteira de financiamentos do Santander para a cadeia do agronegócio saltou 10% e chegou a R$ 44 bilhões

O Santander Brasil oferece R$ 250 milhões em crédito pré-aprovado na Expodireto Cotrijal, uma das maiores feiras agropecuárias do Rio Grande do Sul. O volume de recursos é quase o triplo dos R$ 90 milhões em empréstimos negociados nas edições de 2013, 2014 e 2015 juntas.

 

O Banco enviará uma equipe de 38 gerentes e especialistas para atender os 230 mil visitantes esperados neste ano. Durante o evento, todo bem protocolado no Santander estará isento da taxa flat e poderá ser financiado com apenas 20% de entrada.

 

Foco no agronegócio

A agressividade comercial do Santander está vinculada ao reforço de atuação do Banco no agronegócio, setor escolhido como prioridade para a instituição. Só no ano passado, a carteira de financiamentos do Santander para os seus 85 mil clientes da cadeia do agronegócio aumentou 10%, de R$ 40 bilhões para R$ 44 bilhões.

 

“Vamos muito além do crédito rural, porque ele tem um teto de valor para ser concedido por CPF. Diversificamos a nossa oferta para que não falte recursos aos produtores”, afirma o superintendente executivo de Agronegócios do Santander, Carlos Aguiar. Com R$ 5 bilhões liberados, o crédito rural representa 11% do total de empréstimos do Santander para a cadeia do agronegócio.

 

Banco internacional de maior presença no Brasil, o Santander confia na agropecuária, único setor a crescer durante a recessão: “O nosso apetite para aprovar financiamentos depende da qualidade e das necessidades do produtor. Sempre teremos crédito para o fazendeiro profissional, que sonha em produzir mais e de forma sustentável”, diz Aguiar.

 

Sem burocracia

A estratégia de oferecer crédito pré-aprovado na Expodireto Cotrijal, sem necessidade de que o cliente apresente documentos, tem o objetivo de agilizar o processo. O Banco trabalha para diminuir a burocracia na área de Agronegócios. Em 2015, o Santander reduziu em 40% o tempo para liberar empréstimos ao setor. “Com menos trâmites burocráticos, nós ficamos mais próximos dos correntistas”, afirma Aguiar.

 

Neste ano, a instituição aproveitará o time de agrônomos e as 500 agências vocacionadas para o agronegócio – localizadas em regiões agrícolas do país – para se aproximar dos produtores rurais. Aguiar explica: “A nossa proposta é entender a vida do fazendeiro da porteira para dentro para ajudá-lo da porteira para fora”.

 

No varejo, o Santander atua com uma visão cliente, em que é feita uma cuidadosa e personalizada gestão de riscos. No atacado, o Banco adota a visão cadeia, que contempla do fornecedor de insumos às tradings agrícolas, passando pelo fazendeiro.

 

Linhas disponíveis na Expodireto Cotrijal: Finame Agrícola, Moderfrota, Moderinfra, Inovagro, PCA, Moderagro, ABC, Prodecoop, Pronamp, Automático, Procap, PASS, Crédito Rural, CPR, Leasing, CDC e Comex.

 

Deixe seu comentário