DATA: 16/12/2015

Rede Leite faz balanço do ano e lista objetivos para 2016

Alguns dos objetivos são: ampliar e fortalecer a participação dos agricultores familiares e suas representações em espaços como os Territórios da Cidadania

A Rede Leite, programa em Rede de Pesquisa-desenvolvimento em Sistemas de Produção com Atividade Leiteira no Noroeste do Rio Grande do Sul, traçou na terça-feira (15/12), em Ijuí, uma lista de objetivos que devem ser colocados em prática em 2016. Todos eles apontam para uma das principais metas da Rede Leite, que é fortalecer a agricultura familiar, a partir da geração de conhecimento e inovação em um processo de trabalho integrado entre pesquisadores, agricultores e extensionistas.

 

O coordenador da Rede Leite, pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Gustavo Martins da Silva, destacou, entre os objetivos, o de ampliar e fortalecer a participação dos agricultores familiares e suas representações em espaços como os Territórios da Cidadania. “Outro objetivo é buscar uma participação mais efetiva dos agricultores no planejamento e execução de ações da Rede Leite, em nível local e regional”, segundo o pesquisador.

 

O pesquisador da Embrapa Pecuária Sul também destacou os planos de organização de dias de campo para agricultores e fóruns técnicos itinerantes, no âmbito da região administrativa da Emater/RS-Ascar de Ijuí, que envolve os Coredes Celeiro, Noroeste Colonial e Alto Jacuí.

 

Atualmente, a Rede Leite está presente em mais de 60 pequenas propriedades rurais do Noroeste gaúcho, e a metodologia adotada, pesquisa-desenvolvimento, tem influenciado a condução de projetos de pesquisa, chamadas públicas e diversas atividades voltadas aos agricultores familiares gaúchos.

 

Outro ponto abordado durante a reunião da Rede Leite foi a eleição para seus cargos institucionais. O pesquisador Gustavo Martins da Silva, da Embrapa Pecuária Sul, permanece no cargo de coordenador. Para o cargo de vice-coordenadora, foi eleita a professora da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí), Leonir Uhde, e para o cargo de secretária, a professora da Universidade de Cruz Alta (Unicruz), Rosane Felix.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.