Hidrovia

Projeto Corredor Norte de Exportação vai investir R$ 1,5 bilhão no Pará

O projeto será instalado em Miritituba, no município de Itaituba e Vila do Conde, que fica em Barcarena (PA)

 

O Ministério da Integração Nacional e Amazônia e a empresas Hidrovias do Brasil firmaram projeto que vão beneficiar o setor portuário. O contrato, firmado no dia 07/01, consiste na viabilização do Projeto Corredor Norte de Exportação, empreendimento que implantará um sistema de escoamento da produção de grãos, utilizando as bacias hidrográficas da Amazônia.

 

O projeto será instalado em Miritituba, no município de Itaituba; e Vila do Conde, que fica em Barcarena (PA), com investimento de R$ 1,5 bilhão. O Banco da Amazônia aportará recursos na ordem de R$ 189 milhões, do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO). “O setor portuário do Pará ganha cada vez mais importância e assume o protagonismo, fazendo com que o Estado se transforme em ponto estratégico para o escoamento da produção nacional”, diz o ministro da Secretaria de Portos da Presidência da República, Helder Barbalho.

 

Para Barbalho, o projeto abre oportunidades de negócios, novos empregos e ampliação da capacidade de produção no Estado, além de garantir competitividade e redução de custos.

 

Deixe seu comentário

Leia mais