DATA: 18/11/2015

Programa do Senar baiano deve ser adotado por outros Estados

O programa visa impulsionar a cadeia produtiva para aumentar a produtividade e rentabilidade do negócio rural

A metodologia do programa Pro-Senar, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) na Bahia, deverá ser replicada em outros Estados. O programa trabalha com grupos de fazendas de uma mesma cadeia produtiva para impulsionar a produtividade e a rentabilidade do negócio rural, com formação profissional e assistência técnica.

 

Foi o que ficou decidido na segunda-feira, 16/11, em videoconferência do Senar Brasil com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina, José Zeferino Pedrozo, os superintendentes de Santa Catarina, Gilmar Zanluchi, de Goiás, Eurípedes da Costa, do Distrito Federal, Ivo de Souza, e respectivas equipes técnicas.

 

O Secretário Executivo do Senar, Daniel Carrara, destacou o compromisso assumido pela entidade de expandir a Assistência Técnica e Gerencial para todo o País. “A nossa metodologia não tem nada a ver com a assistência técnica do passado. Trabalhamos a propriedade como um todo, implementando tecnologias, capacitando o produtor e o trabalhador, com foco na gestão”, afirmou.

 

O programa, voltado para pequenos e médios agricultores e pecuaristas, já está mudando a realidade nas 10 regiões de atuação na Bahia. Humberto Oliveira, vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (FAEB), citou o exemplo da cadeia de pecuária de leite. “Propriedades que produziam 180 litros, passaram a produzir 800. Aquelas que tiravam 50, hoje chegam a produzir 180 litros de leite”, conta. “Auxiliamos o produtor no que ele precisa para que a propriedade tenha resultado. O produtor precisa aprender a tratar a propriedade como um negócio. Falamos pra ele: aqui não é a sua roça. Aqui é o seu negócio rural, que deve ser sustentável e rentável.”

 

José Zeferino Pedroso e os Superintendentes do Senar em Santa Catarina, Goiás e Distrito Federal estão dispostos a adotar o método Pro-Senar em seus Estados e confirmaram a visita de seus técnicos para conhecer o funcionamento do programa e conversar com produtores que estão conseguindo melhorar a produtividade e a rentabilidade.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.