Vaca leite

Produtores reaproveitam esterco do gado leiteiro com projeto sustentável

Foram construídas 15 esterqueiras que transformam o esterco em adubo para recuperar as áreas de pastagem

Um projeto sustentável começou na comunidade Barra Mansa, em Tomazina (SC), quando produtores e técnicos se atentaram para o problema gerado pelo acúmulo de esterco do gado leiteiro. O material vinha contaminando o lençol freático e cursos d’água da região. Produtores, município e governo se uniram e transformaram o esterco em adubo para recuperar as áreas de pastagem.

 

De acordo com Alfredo Braz Alemão, extensionista do Instituto Emater de Tomazina, foram construídas quinze esterqueiras impermeabilizadas, cada uma com capacidade para 64 mil litros de chorume (o esterco dissolvido em água que é produzido na lavagem das instalações). O esterco fica por aproximadamente um mês numa lagoa para estabilizar e só depois é usado como adubo. Um metro cúbico desse material corresponde a aproximadamente 2,0 kg de nitrogênio, 1,5 kg de fósforo e 2,0 kg de potássio e pode adubar áreas de lavoura, capineiras e áreas de silagem.

 

A Associação dos Produtores Rurais da Barra Mansa adquiriu um distribuidor de esterco líquido para usar o material. Também foram construídas salas de espera em oito propriedades, equipadas com chuveiro para o banho dos animais. Quinze nascentes foram protegidas e foram construídos 4,5 km de cercas em Áreas de Preservação Permanente (APPs). Mensalmente as quinze esterqueiras acumulam, aproximadamente, 1,0 milhão de litros de chorume, material que deixou de poluir o ambiente. O projeto contou com recursos Programa Estadual de Gestão de Solo e Água em Microbacias e da prefeitura de Tomazina.

 

Os projetos vencedores e participantes do prêmio serão destacados no Guia de Sustentabilidade 2016 da Editora Expressão. Trata-se do mais completo mapa da trajetória do desenvolvimento sustentável da região Sul nas últimas duas décadas. A publicação retrata as principais ações socioambientais realizadas anualmente na região e mostra um panorama da sustentabilidade empresarial sulista. O Guia terá uma tiragem de 20 mil exemplares, será lançado em agosto e distribuído no Fórum de Gestão Sustentável, quando os vencedores receberão o troféu Onda Verde, em Florianópolis.

 

Deixe seu comentário

Leia mais