DATA: 06/01/2016

Produtores de ovos esperam mercado promissor em 2016

Do lado da demanda, projeções de baixo crescimento da economia brasileira colaboram para o maior consumo de proteínas baratas, como o ovo

Um cenário promissor é o esperado pelo setor avícola em 2016. As cotações dos ovos devem começar o novo ano em patamares superiores aos do início de 2015. Dados divulgados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) apontam que a produção deve se manter praticamente estável, com aumento de 2%. O aumento poderá contribuir para a sustentação dos preços.

 

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), do lado da demanda, projeções de baixo crescimento da economia brasileira colaboram para o maior consumo de proteínas baratas, como o ovo, ainda que seus preços se elevem. A elasticidade-renda do ovo é menor que para os cortes mais nobres das carnes bovina e suína.

 

No ano passado, a ABPA já havia estimado um crescimento no consumo per capita de ovos no País, para 191 unidades, 4,8% superior ao total de 2014. Para 2016, a Associação ainda não divulgou estimativas. “Tais fundamentos poderão, inclusive, amenizar os efeitos da típica retração das vendas de início de ano. Com as férias escolares, a procura pelo produto para merendas cai e a rotina alimentar da população também se altera”, diz o Cepea.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.