Tecnologia

Produtor rural: 25% utilizam ferramentas digitais na gestão da propriedade

Levantamento realizado pelo Sebrae indica que 95% deles têm aparelho celular e 60% estão conectados à internet

O campo, nos últimos anos, vem se transformando de forma acelerada, graças à incorporação das tecnologias digitais. Os micros e pequenos empresários rurais também acompanham essa tendência: 95% deles têm aparelho celular e 60% estão conectados à internet.

 

Embora o cenário seja positivo, dentre 70% dos produtores que fazem a própria gestão administrativa e financeira da propriedade, somente 25% (ou seja, penas um quarto) utilizam ferramentas digitais para essa finalidade. Essa foi a conclusão da pesquisa Tecnologia da Informação no Agronegócio, divulgada nesta semana pelo Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas. O Sebrae ouviu 4.467 produtores rurais de todos os estados, no período de 29 de março a 12 de abril de 2017. As informações foram divulgadas na terça-feira (1˚) pela Aprosoja Brasil.

 

Relacionamento com tecnologias

Analista de Unidade de Agronegócio do Sebrae, Andrea Restrepo afirma que a pesquisa objetivou saber como o produtor rural se relaciona com as tecnologias da informação e da comunicação. “O resultado apontou três tendências: quanto maior o faturamento da propriedade, maior o uso de ferramentas digitais; quanto mais jovem, maior o indicie de conexão; e a falta de infraestrutura impede maior inclusão digital”, diz Andrea, em entrevista à equipe SNA/SP.

 

De acordo com ela, “cada vez mais, o micro e o pequeno produtor querem estar conectados para usufruir dos benefícios que a agricultura digital proporciona, ou seja, precisão, produtividade e competitividade”, diz.

 

Produtores conectados

Conforme o estudo, 64% dos entrevistados disseram que utilizariam as tecnologias digitais para gerenciar suas propriedades, se elas estivessem mais disponíveis. “Eles informaram, no entanto, que o uso é restrito nas transações comerciais e na divulgação, por causa da dificuldade de acesso ou da má qualidade da conexão”, diz.

 

Andrea afirma que, em geral, os produtores utilizam a internet, via celular, para acessar o e-mail (troca de informações) e para comercializar a produção. A exclusão digital, porém, ainda permanece no campo, em especial entre os pequenos, mas, para o futuro, a previsão é de ampliação do número de produtores conectados.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Revista Farming Brasil. Ano 1, edição 2.
Farming Brasil

A segunda edição da revista Farming Brasil foi lançada com mais de 100 páginas de conteúdo agronômico. Na reportagem de capa, produtores revelam os detalhes do manejo de sucesso que garantiram uma colheita de 290 sacas de milho por hectare.

As reportagens contam como melhorar a gestão de insumos, apresentam técnicas de manejo, novidades no mercado de maquinário agrícola e dicas preciosas para ajudar o agricultor e o pecuarista a lucrar mais na fazenda. Para adquirir a revista, entre em contato conosco (a revista custa R$ 14,90 + frete de R$ 6,50. Clique aqui para enviar o seu pedido).

 

 

Revista Successful Farming Brasil
Revista Farming Brasil

A primeira edição aborda os sistemas de Integração Lavoura-Pecuária e Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. A equipe de reportagem ouviu produtores de Norte a Sul do Brasil e coletou os melhores depoimentos que ensinam a ter sucesso na implantação desses sistemas.

Em outra reportagem exclusiva, sojicultores contam os segredos de manejo nas lavouras de soja que garantiram produtividade acima de 100 sacas por hectare. Há também reportagens sobre o manejo de pragas com produtos biológicos, soluções para evitar a compactação de solo, como o uso de drones avança no campo, entre outros temas. Para adquirir a revista (R$ 14,90 + frete de R$ 6,50), clique aqui para enviar o seu pedido.

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.

 

Deixe seu comentário

Leia mais