Previsão é de chuva em grande parte do Brasil até o fim do mês

A região Nordeste é a que terá menor volume de precipitações, enquanto o Sul pode se preparar para quinzena mais chuvosa

Depois de um início do mês mais seco, a segunda quinzena de fevereiro promete ser mais chuvosa em quase todas as regiões do País, com exceção do Nordeste. De acordo com o meteorologista Cesar Soares, do Climatempo, de forma geral, as chuvas estão bem distribuídas. Na região de Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), toda a área deve ter mais chuva em comparação com os últimos dias, mas o acumulado é razoável e com volume dentro da média.

 

Centro-oeste

A região tem um acumulado de chuva maior em comparação com a primeira quinzena de fevereiro. O Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e a região do Centro-Sul terão chuvas na ordem de 100 milímetros. Em Mato Grosso, o início do mês teve uma condição mais seca, mas há possibilidade de pancadas de chuva forte nos próximos dias, uma previsão que é considerada normal para o verão.  “O volume acumulado umedece o solo, mas a intensidade da chuva pode prejudicar algumas plantas”, diz Soares.

 

Sul

O Sul tem condições favoráveis para mais chuva nos próximos dias. Segundo o meteorologista, os acumulados mais elevados estão no Oeste do Rio Grande do Sul, Itajaí e Leste do Paraná, com volumes de chuva de 150 milímetros em algumas áreas. Por enquanto, ele afirma que é um volume normal para o período. “Estamos numa condição de El Niño, que, mesmo enfraquecido, continua atuando”, afirma. “É exatamente por causa do fenômeno que vem esse volume de chuva.”

 

Sudeste

Minas Gerais, principal Estado produtor de café, terá mais chuva ao longo dos próximos 15 dias, com volumes de 150 milímetros. Segundo Soares, o grande volume de chuva pode ser um problema para as lavouras de café, que podem ter seus frutos afetados pelas precipitações. Em São Paulo, o volume acumulado pode chegar a 100 milímetros em algumas áreas do Estado, mas não atrapalha o calendário agrícola.

 

Norte

A previsão para a  região Norte do País é de instabilidade e tempo úmido. Durante os próximos 15 dias, a previsão é de pancadas de chuvas pontuais. Os volumes serão elevados na maior parte da região, podendo ter de 100 a 150 milímetros.

 

Nordeste

O Nordeste tem condições de menos chuvas nos próximos dias na Bahia, Sergipe e Alagoas, com volumes baixos, alcançando no máximo 30 mm. No Litoral norte e sertão da Bahia as pancadas de chuva devem atingir de 70 a 100 mm.

 

Deixe seu comentário