Tempestade em lavoura de soja. Chuvas
DATA: 09/01/2017

Previsão do tempo: chuvas devem atrapalhar o desenvolvimento de lavouras

Algumas lavouras estão há mais de 17 dias sem chuvas, enquanto em outras áreas a umidade em excesso promove a proliferação de doenças SF Agro (contato@sfarming.com.br)

Nesta segunda-feira (09/01), a passagem de um sistema de baixa pressão sobre a região Sul vai manter o tempo bastante instável sobre a região. Este sistema também provocará chuvas sobre Santa Catarina e Paraná ao longo do dia e começa a atrapalhar o pleno andamento das atividades de campo, bem como o desenvolvimento das lavouras. Dias consecutivos de chuva e céu nublado afetam o crescimento das plantas, além do enchimento dos grãos.

 

De acordo com a Climatempo, os produtores devem estar atentos, pois a tendência é que o tempo mais fechado continue ao longo da semana agravando as condições de desenvolvimento das lavouras, ocasionando condições ideais para a proliferação de doenças.

 

Chuva irregular

Os modelos indicam chuva irregular em forma de pancadas também sobre as regiões produtoras de Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e parte de Goiás o que beneficia a atividade de colheita da soja, plantio do algodão e milho safrinha. Por outro lado, as lavouras em fase de desenvolvimento preocupam os produtores. Ao longo da semana ocorrem pancadas de chuva sempre de forma irregular sobre o Centro-Oeste sem causar transtornos a colheita, analisa o agrometeorologista da Climatempo, Marco Antônio Santos.

 

Matopiba

Na região do “Matopiba” (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), a semana começará com tempo aberto, sem previsões para chuvas generalizadas e muito calor. Somente no final da semana é que as chuvas deverão retornar à região de forma mais generalizadas e até mesmo em bons volumes. Porém, em áreas produtoras do Pará, norte do Tocantins e do Maranhão, há a possibilidade de que eventuais pancadas de chuvas venham a ocorrer nesse início de semana.

 

Produtividade

Este padrão meteorológico poderá trazer alguns prejuízos muito pontuais aos índices de produtividade das plantas, uma vez que há lavouras que estão há mais de 17 dias sem receber uma só gota de chuva. E como só volta a chover bem no final dessa semana, novas perdas pontuais poderão vir a ocorrer. O mesmo está sendo observada em áreas de Goiás e de Minas Gerais, alerta Santos.

 

No Sudeste, a semana será marcada novamente, pelas pancadas de chuvas. Todos os dias há previsão de chuvas sobre as regiões produtoras de São Paulo e da metade sul de Minas Gerais, porém, continuarão sendo somente na forma de pancadas irregulares. Calor e áreas de instabilidade vão manter o tempo instável e com possibilidade de pancadas de chuvas típicas de verão ao longo de toda a semana o que vai ajudar as lavouras, mas poderá trazer certos transtornos, uma vez que muitas dessas pancadas poderão vir na forma de tempestades.

 

Leia mais:

Agronegócio se defende de crítica de escola de samba do Rio de Janeiro

Percevejo da soja: 7 fatos para tratar a praga que prejudica as plantações

Piscicultura: tecnologia com bioflocos permite reúso de água por três anos

O sonho da pulverização de precisão se tornou realidade

Cientistas desenvolvem metodologia inédita para controlar a mosca branca

Vai faltar água nas lavouras brasileiras?

8 tecnologias para controlar a ferrugem asiática na safra de soja 2016/17

Adesivo detecta o cio das vacas e pode melhorar os índices reprodutivos

7 dicas para ter sucesso na plantação de tomate cereja

Lagarta-do-cartucho: 9 fatos para combater a pior praga do milho

Clima favorece o desenvolvimento da ferrugem asiática

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

O que você gostaria de ler? Para pedir uma reportagem, clique aqui e envie uma mensagem para a redação da Successful Farming Brasil.


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais