DATA: 14/01/2016

Preços do suíno vivo e da carne são os menores registrados desde 2012

As cotações refletem a demanda doméstica retraída, por consequência da instabilidade econômica e os gastos de início de ano

O ano começou com os preços do suíno vivo e da carne nos menores patamares reais para o período desde 2012, quando o mercado interno sentia os impactos do embargo da Rússia. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, atualmente, os valores refletem principalmente a demanda doméstica retraída, por consequência da instabilidade econômica e os gastos de início de ano.

 

Como resultado, já estaria havendo algum excedente de oferta. Nem mesmo o bom ritmo das exportações está sendo suficiente para cessar as quedas de preços do vivo que persistem desde meados de dezembro. Segundo os dados da Secretaria de Comércio Exterior, nos cinco primeiros dias úteis do ano, a média diária embarcada do produto in natura foi de 2,2 mil toneladas, ante o volume de 1,7 mil toneladas por dia de dezembro de 2015 e de 1,1 mil toneladas por dia de janeiro do ano passado.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.