Café
DATA: 28/01/2016

Preços do café arábica avançam 4,8% e cotação do robusta bate recorde

O Indicador Cepea/Esalq do arábica tipo seis, bebida dura para melhor, posto em São Paulo, fechou a R$ 498,26 por saca

No mercado físico nacional, o ritmo de negócios envolvendo o café arábica está maior, com produtores mais ativos, motivados pelos preços que seguem firmes. Isso porque, depois de duas safras de produção reduzida e exportações em alta, os estoques brasileiros estão apertados.

 

Café arábica

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a alta do dólar também pode influenciar na sustentação do preço interno. Na quarta-feira, 27, o Indicador Cepea/Esalq do arábica tipo seis, bebida dura para melhor, posto em São Paulo, fechou a R$ 498,26 por saca de 60 quilos, alta de 4,8% em relação à quarta anterior.

 

Café robusta

Já no mercado do café robusta, produtores continuam retraídos e, com pouca oferta disponível. Assim, as cotações da variedade aumentaram nos últimos dias e bateram novo recorde nominal na quarta-feira (27/01). “O Indicador Cepea/Esalq do robusta tipo 6 peneira 13 acima fechou a R$ 398,52 por saca de 60 quilos na segunda-feira (25/01), avanço de 2,2% em sete dias e maior valor da série”, diz o Cepea.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais