Preços da carne suína são os menores do ano em algumas regiões

Além da receita em queda, suinocultores também enfrentam custos de produção elevados

Os preços do suíno vivo e da carne vêm caindo com força no mercado brasileiro. Segundo dados do Cepea, as desvalorizações já ultrapassam os 20% no acumulado de 2016. Em algumas praças acompanhadas, os valores tanto do animal quanto da carne são os menores do ano. Segundo colaboradores do Cepea, as altas temperaturas têm influenciado o baixo consumo da carne suína.

 

Além da receita em queda, suinocultores também enfrentam custos de produção elevados – neste ano, o milho acumula alta de 33% na região de Campinas (SP) –, tendo, assim, de comercializar seus animais sem que atinjam o peso ideal, para aliviar custos o prejuízo. No atacado, apesar das carcaças a baixos preços, a demanda interna segue enfraquecida.

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais