Suínos. Granja de suínos.

Preço do suíno vivo sobe, mas é o menor para março desde 2011

Segundo o Cepea, o suporte vem da posição mais firme de produtores independentes e do bom ritmo das exportações

Os preços do suíno vivo vêm apresentando ligeiras altas na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea neste início de março. Segundo pesquisadores, o suporte vem da posição mais firme de produtores independentes e do bom ritmo das exportações nas últimas semanas – os volumes do primeiro bimestre foram os maiores para o período desde o início da série da Secex (1997), somando 83 mil toneladas de carne suína in natura.

 

Além disso, a carne suína está bastante competitiva frente às concorrentes (frango e boi), o que pode favorecer o reaquecimento da demanda interna. Apesar disso, os preços atuais na maioria das regiões ainda são os menores dos últimos seis anos (desde 2011) para um mês de março em termos reais (IGP-DI fev/16), justificando a preocupação de produtores e até mesmo falência de alguns negócios.

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais