Suíno
DATA: 28/01/2016

Preço do suíno registrou queda de cerca de 15% em janeiro

Em São Paulo, os preços da carcaça comum e da carcaça especial recuaram cerca de 13% desde o encerramento de 2015

Os preços dos suínos vêm apresentando fortes quedas neste mês, cerca de 15%. A combinação de sucessivos recuos nos valores de venda com valorização do milho e do farelo de soja tem levado suinocultores de diversas localidades do País a aumentar oferta de animais, o que reforça o comportamento de baixa dos preços do animal.

 

Carne Suína

Dessa forma, a carne suína também acumula fortes desvalorizações neste mês, o que pode estimular a demanda por esta proteína. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), no atacado da Grande São Paulo, os preços da carcaça comum e da carcaça especial recuaram cerca de 13% desde o encerramento de 2015. Em relação a janeiro de 2015, constatam-se quedas de 10% e 8,7%, considerando-se preços nominais. “Nos próximos dias, as negociações visando ao abastecimento do varejo para o início do mês podem motivar alguma reação dos preços”, diz o Cepea.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais