Milho e soja

Preço do milho subiu 80% em um ano, enquanto cotação da soja avançou 5,2%

O atual valor do milho sul-mato-grossense supera em 12,28% o valor que era cotado no início do mês, de R$ 35,63 a saca

O preço da saca do milho em Mato Grosso do Sul subiu 80% em um ano. É o que aponta o último Informativo Casa Rural elaborado pelo Departamento de Economia do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS. O valor médio verificado no dia 23 de março atingiu R$ 40 a saca, contra R$ 21,08 registrado em 2015.

 

Para o analista econômico da instituição, Luiz Gama, dois fatores explicam o intenso incremento no valor da saca do milho. “O primeiro fundamento é a alta do dólar que estimulou as exportações recordes. O segundo fator é a demanda aquecida internamente, principalmente pela indústria de proteína animal que inclusive já começa a importar o produto”. O atual valor do milho sul-mato-grossense supera em 12,28% o valor que era cotado no início do mês, de R$ 35,63 a saca.

 

Sobre as exportações do grão, o Informativo mostra que no primeiro bimestre as vendas internacionais do setor cresceram 172% em comparação a 2015, saindo de 349 mil para 949 mil toneladas. No cenário nacional, o aumento nos embarques internacionais foi de 128%, no mesmo comparativo.

 

De acordo com informações da Famasul, em relação ao mercado da soja, em Mato Grosso do Sul, no dia 23 de março, a saca de 60 quilos foi negociada a uma média de R$ 61,25, com queda de  1,71% em relação ao início do mês, quando a saca era vendida a uma média de R$ 62,31. Quando comparado a março do ano passado, quando a oleaginosa era vendida por R$ 57,6, a valorização acumulada é de 5,2%.

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais