Ordenha mecânica de vaca leiteira. Produção de leite.

Preço do leite ao produtor cresceu 2,7% em março

Índice Scot Consultoria de Custo de Produção para a atividade, que mede a variação mensal do custo, subiu 1,7% em março

A concorrência pela matéria-prima (leite cru) está grande entre os laticínios e os preços pagos aos produtores subiram nas principais regiões produtoras do país. Segundo levantamento da Scot Consultoria, a média nacional ficou em R$1,009 por litro no pagamento de março, referente ao leite entregue em fevereiro.

 

A alta foi de 2,7% no mês, a maior variação desde o final de 2015, quando os preços começaram a subir. A produção deve continuar caindo no Brasil Central e regiões Sudeste e Sul do país, o que deve manter os preços do leite firmes em curto e médio prazos.

 

Apesar dos preços do leite firmes e em alta, em março foi registrada nova alta nos custos de produção. O Índice Scot Consultoria de Custo de Produção para a atividade, que mede a variação mensal do custo, subiu 1,7% em março. “Os alimentos concentrados energéticos, com peso das valorizações do milho, além dos os produtos para sanidade animal e os combustíveis/lubrificantes, foram as principais causas do aumento dos custos”, diz a Scot Consultoria. Na comparação com março de 2015, os custos da atividade leiteira subiram 21,5%.

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais