Arroz
DATA: 20/01/2016

Preço da saca de arroz acumula valorização de 1,15% em janeiro

O cenário é resultado do retorno das indústrias ao mercado, que vêm demonstrando maior interesse de compra

No Rio Grande do Sul, a saca de arroz em saca voltou a se valorizar nos últimos dias, retomando os patamares observados no mês de novembro de 2015, no período em que o Indicador Esalq/Senar-RS, 58% grãos inteiros atingiu o patamar nominal da série, de R$ 41,50 por saca de 50 quilos. Na terça-feira (19/01), o Indicador a R$ 41,47 por saca, acumulando um aumento de 1,15% na parcial de janeiro.

 

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o cenário é resultado do retorno das indústrias ao mercado, que vêm demonstrando mais interesse de compra e, com isso, tiveram que subir os preços para repor seus estoques, tanto para o arroz depositado como para o “livre” (armazenados nas propriedades rurais).

 

Já do lado vendedor, orizicultores seguem retraídos, disponibilizando o produto somente diante da necessidade de “fazer caixa”. Por enquanto, produtores continuam com as atenções voltadas ao desenvolvimento das lavouras. “Considerando-se as dificuldades trazidas pelas frequentes chuvas e falta de luminosidade, agricultores esperam quebra na safra 2015/16 e perda de qualidade nos grãos – o que poderá impulsionar os preços internos ainda antes da nova colheita”, diz o Cepea.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais