frutas - pitaya - frutas exóticas - produção de frutas - farming brasil
DATA: 13/08/2017

Pitaya: produtor quer baixar o preço da fruta de R$ 40 para R$ 15

A taxa de retorno do agricultor, considerando uma média de R$ 30 o quilo, foi cinco vezes maior que o custo de produção SF Agro

Popularizar o preço da pitaya, essa é a intenção do produtor Gervásio Graeff, atendido pelo Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG “Hortifrúti Legal”, do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Foi no cultivo da fruta que ele encontrou a alternativa para diversificar as atividades da propriedade rural, baseada na pecuária de corte, com a cria de animais.

 

Em uma área de um hectare, onde havia pasto, 500 pés de pitaya passaram a ocupar o espaço. “Aqui se planta a fruta para ganhar dinheiro”, afirma Graeff. A primeira safra rendeu 180 quilos. As frutas foram vendidas por encomendas e entregues também a um sacolão. A freguesia: os campo-grandenses. A comercialização da “produção piloto” variou de R$ 20 a R$ 40 o quilo. “Não deu para quem quis”, diz.

 

De acordo com o técnico do Hortifrúti legal, José Loreto, as despesas dependem da adoção do sistema de implantação pelo produtor. Segundo ele, o custo de produção – implantação, manutenção, embalagem, transporte – é de R$ 4,70 por quilo. A taxa de retorno do produtor, considerando uma média de R$ 30 o quilo, foi cinco vezes maior que o custo de produção.

 

Resultados

Os resultados satisfatórios vieram após investimentos em mudas, infraestrutura para sustentação dos pés, correção do solo e sistema de irrigação, por meio das fitas gotejadoras. O pomar vem dando frutos, literalmente. Como a cultura é anual, ele consorciou com a melancia. Graeff almeja para a próxima safra, nos meses de janeiro e fevereiro, o montante de 2 mil quilos de pitaya. Para isso, já preparou o solo e fez as covas para o plantio de mais 500 pés da frutífera.

 

“É resistente à seca e pode ser cultivada em qualquer época, assim é a pitaya. Estamos trabalhando, pesquisando, para impulsionar a produção. É um mercado ainda pouco conhecido, mas bem promissor. Os produtores querem ampliar a produção para atingir o preço ideal entre R$ 10 e R$ 15 o quilo. Quanto mais vender, mais se produz, e vice-versa”, diz o técnico de campo.

 

Vitrine da pitaya

Esses dados foram apresentados no 1º Encontro de Produtores sobre a cultura da Pitaya promovido pelo Sindicato Rural de Figueirão. O evento contou com a participação de 30 produtores interessados na atividade. Entre eles, Olídia Ferreira Barbosa, que ficou impressionada com o sucesso do cultivo do conterrâneo.

 

“É uma possibilidade e tanta. Jamais imaginava que em Figueirão pudéssemos produzir pitaya. Eu mesma desconhecia a fruta, mesmo assim vou levar uma muda para casa, quem sabe darei continuidade a esse trabalho. O ATeG tem sido fundamental, pois nos tem motivado com conhecimento e tecnologias” diz a produtora sobre a assistência técnica e gerencial do Senar/MS.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Revista Farming Brasil. Ano 1, edição 2.

Farming Brasil

A segunda edição da revista Farming Brasil foi lançada com mais de 100 páginas de conteúdo agronômico. Na reportagem de capa, produtores revelam os detalhes do manejo de sucesso que garantiram uma colheita de 290 sacas de milho por hectare.

As reportagens contam como melhorar a gestão de insumos, apresentam técnicas de manejo, novidades no mercado de maquinário agrícola e dicas preciosas para ajudar o agricultor e o pecuarista a lucrar mais na fazenda. Para adquirir a revista, entre em contato conosco (a revista custa R$ 14,90 + frete de R$ 6,50. Clique aqui para enviar o seu pedido).

 

 

Revista Successful Farming Brasil

Revista Farming Brasil

A primeira edição aborda os sistemas de Integração Lavoura-Pecuária e Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. A equipe de reportagem ouviu produtores de Norte a Sul do Brasil e coletou os melhores depoimentos que ensinam a ter sucesso na implantação desses sistemas.

Em outra reportagem exclusiva, sojicultores contam os segredos de manejo nas lavouras de soja que garantiram produtividade acima de 100 sacas por hectare. Há também reportagens sobre o manejo de pragas com produtos biológicos, soluções para evitar a compactação de solo, como o uso de drones avança no campo, entre outros temas. Para adquirir a revista (R$ 14,90 + frete de R$ 6,50), clique aqui para enviar o seu pedido.

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.

 

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais