DATA: 20/10/2015

Pimentas brasileiras inspiram série de selos dos Correios

A Embrapa Hortaliças selecionou imagens e informações sobre quatro pimentas: dedo-de-moça, bode, malagueta e biquinho

Para celebrar a biodiversidade brasileira, com uma espécie vegetal nativa do continente americano, os Correios lançam, em 16 de outubro, uma nova série de selos que retrata os diferentes tipos de pimenta do nosso país. Com contribuição da Embrapa Hortaliças, que selecionou imagens e informações sobre a cultura, a coleção apresenta quatro pimentas: dedo-de-moça, bode, malagueta e biquinho.

Muito valorizadas pelos atributos culinários e ornamentais, as pimentas do gênero Capsicum são cultivadas em todo o território nacional, embora existam preferências regionais no que se refere ao consumo. “Devido a registros arqueológicos e relatos indígenas sobre o uso dado a essas espécies, elas foram completamente incorporadas à cultura e à dieta da nossa população”, sublinha Cláudia Ribeiro, pesquisadora responsável pelo melhoramento genético de Capsicum.

O gênero é composto por cerca de 30 espécies, que possuem uma vasta riqueza de nomes, tamanhos, formatos, cores e pungência (picância ou ardor). De acordo com a pesquisadora, o Brasil é um importante centro de diversidade genética, uma vez que possui espécies em diferentes níveis, de silvestres a domesticadas. “A pimenta malagueta é a mais consumida no nosso país, porém a espécie Capsicum chinense (pimentas biquinho e bode) é considerada a mais brasileira das espécies porque sua área de diversidade está localizada na região amazônica”, esclarece.

Estampa de cultivares

O desenvolvimento de novas cultivares de pimentas tipicamente brasileiras, que atendam às demandas dos setores produtivo e industrial, tem norteado o programa de melhoramento genético conduzido pela Embrapa. Ao longo das pesquisas com pimentas Capsicum, alguns materiais impressionaram a cadeia produtiva e foram amplamente adotados pelos agricultores e pela agroindústria.

Na série de selos “Variedades de Pimentas Brasileiras”, três cultivares lançadas pela Embrapa ganharam um papel de destaque nas estampas: as pimentas BRS Mari, BRS Seriema e BRS Moema. Dentro do segmento dedo-de-moça, a pimenta BRS Mari ocupa uma fatia importante do mercado. Além de rústica e produtiva, ela apresenta alto grau de picância e, por isso, quando em flocos desidratados, resulta em uma pimenta calabresa de alta qualidade.

O ardor acentuado também é característica da cultivar BRS Seriema, pimenta do tipo bode com frutos pequenos e picantes, recomendados para o processamento de conservas. Mas, se alguns consumidores preferem frutos ardidos, há aqueles que valorizam o aroma e o sabor. A pimenta BRS Moema, do tipo biquinho, é uma boa opção nesse caso, tanto para o consumo fresco quanto para a produção de conservas e geleias.

Lançamento

A proposta dos selos “Variedades de Pimentas Brasileiras” foi eleita pela Comissão Filatélica e homologada pelo Ministério das Comunicações para compor a Programação Filatélica 2015 no “Tema” Flora. O lançamento da emissão acontece simultaneamente em oito cidades: Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Goiânia/GO, Porto Velho/RO, Salvador/BA, Santa Leopoldina/ES, São José da Tapera/AL. A coleção será acompanhada de um folder com informações técnicas e de um carimbo específico para cada cidade onde serão feitas as primeiras emissões dos selos.


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.