DATA: 26/02/2016

Pico de safra de lima tahiti é encerrado antecipadamente

Segundo o Cepea, a concentração da oferta foi causada pelo bom volume de chuvas que adiantou parte da colheita

O pico de oferta de lima ácida tahiti no Estado de São Paulo foi mais curto que o normal neste ano, durando pouco mais de um mês. Começou na segunda quinzena de janeiro e já está praticamente encerrado. Segundo pesquisadores do Cepea, a concentração da oferta foi causada pelo bom volume de chuvas no início do ano, que adiantou parte da colheita, e também pela maior demanda industrial pela tahiti, a preços atrativos.

 

Os valores oferecidos pelas processadoras nestes dois meses ficaram entre R$ 12,00 e R$ 14,00 por caixa de 40,8 quilos, colhida e posta na indústria. Com isso, muitos produtores aumentaram os volumes comumente destinados à indústria – parte deles, encaminhou praticamente toda a produção para a moagem –, o que também ajudou a sustentar os preços no mercado in natura. A média parcial da lima ácida tahiti para o mercado de mesa neste mês (até o dia 25) é de R$ 11,62 por caixa de 27 quilos, colhida, aumento de 13% em relação à média de fevereiro de 2015 – valores corrigidos pelo IPCA de janeiro de 2016.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.