DATA: 28/10/2015

Pecuarista devem anteceder vendas de rebanho para não ter prejuízos

Passado o período ideal para a venda, o bezerro passa a gerar novos custos ao produtor

São poucos os pecuaristas que planejam com antecedência as vendas do rebanho, ainda mais com o mercado em alta. No ano de 2014, por exemplo, o bezerro subiu 40% em São Paulo. Quem reteve essa categoria no pasto não podia imaginar que isso não seria um bom negócio. É possível notar a alta nos preços do bezerro entre os meses de janeiro e maio, desde 2010.  Passado esse período, o mercado passa a registrar uma ligeira queda.

 

Passado o período propício a venda, o bezerro passa a gerar novos custos para a propriedade, como mão de obra e o preço do arrendamento.  As informações foram divulgadas pela Scot Consultoria na Carta Insumos, acesse o material completo aqui.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais