Pecuária de precisão facilita a vida de produtores

As novas tecnologias desenvolvidas para o setor têm acelerado o processo de eficiência do sistema de produção de leite

O trabalho com a pecuária está ficando facilitado graças à tecnologia, equipamentos modernos e à postura gerencial do produtor. É a chamada pecuária de precisão, que tem acelerado o processo de eficiência do sistema de produção de leite de vaca.

O pesquisador da Embrapa Gado de Leite Luiz Gustavo Pereira explica que “o conceito de precisão está relacionado a uma postura gerencial que leva em conta a variabilidade existente entre os animais, entre as fazendas e entre os pastos, por exemplo. A tomada de decisão é feita de forma inteligente porque é baseada em tecnologias da informação e comunicação que hoje estão muito mais fáceis e acessíveis. Essa decisão melhora o desempenho tanto econômico, social e ambiental do sistema de produção”, explica.

O cientista exemplifica com os sistemas robóticos de ordenha, hoje responsáveis por 20% do leite produzido na Europa. Eles trazem um ganho na qualidade de vida do homem do campo. “O produtor pode deixar que o robô faça o processo de ordenha nos finais de semana, por exemplo”. No Brasil, o uso da tecnologia é recente, mas ele acredita num crescimento significativo em seu uso.

A pecuária de precisão pode ser aplicada na nutrição dos animais. Com ela, o fornecimento de alimentos passa a ser baseado na exigência individual de cada animal e não mais no rebanho como um todo. “Muitas vezes a gente não precisa do equipamento. Com anotações é possível entender a variabilidade dos animais e ver que aquele animal produz mais leite e por isso precisa de mais ração. Sem equipamentos e com ferramentas gerenciais conseguimos colocar em prática essa filosofia da precisão”.

 

Deixe seu comentário

Leia mais