Polinização
DATA: 01/03/2016

ONG desenvolve projeto para disseminar polinização com abelhas sem ferrão

Há interesse em firmar parceria com a Emater/RS para disseminar o conhecimento da polinização com colmeias de abelhas

A Organização Não Governamental Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Ijuí (BPW) vai apresentar às Nações Unidas nos próximos dias o projeto Mulheres Impulsionam o Néctar da Vida: Abelhas e Árvores. Segundo Eliana Chiapetta, da BPW, há interesse em firmar parceria com a Emater/RS-Ascar para disseminar o conhecimento da polinização com colmeias de abelhas sem ferrão entre as mulheres do meio rural que desejam participar de cursos sobre o assunto. Segundo Eliana, pesquisas comprovam o aumento de produtividade, com auxílio das abelhas, na produção de maçãs, melancia, morango e lavouras.

 

A expectativa é estender o projeto aos 12 municípios que compõem a 36ª CRE, onde estão localizadas 23 escolas do campo. De acordo com o presidente da Emater/RS, a proposta tem elementos de sustentabilidade, ambiental e econômica. “Ninguém fica no interior sem rentabilidade. Temos de levar tecnologia, ciência, para a pequena propriedade”, diz Kuhn.

 

Ainda durante o encontro, o grupo parou para acompanhar o trabalho de abelhas sem ferrão, que fazem mel tranquilamente em uma caixa, suspensa no escritório da Emater/RS-Ascar, sem causar nenhum transtorno.

 

A BPW

A Business and Professional Women (BPW) é uma ONG fundada em 1930 em Genebra, na Suíça, pela americana Dra. Lena Madesin Phillips. Com sede em Londres, está presente em mais de 100 países e em 20 municípios brasileiros. No Brasil, foi implantada como federação em 1987.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais