DATA: 04/02/2016

Omã quer investir no agronegócio brasileiro

Tatiana Palermo apresentou oportunidades de investimentos e potencial do setor

A promoção de oportunidades de investimento omani no setor agropecuário brasileiro foi um dos destaques no Seminário Empresarial Brasil – Omã, realizado na última quarta-feira (03/02), na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e que contou com a participação do ministro do Comércio e Indústria do Omã, Ali bin Masoud al Sunaidy, e da secretária de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura (Mapa), Tatiana Palermo.

 

Tatiana Palermo apresentou oportunidades de investimentos e potencial de desenvolvimento da produção e do agronegócio nos próximos anos. O ministro do Comércio e Indústria do Omã, Ali bin Masoud al Sunaidy, que também é vice-presidente do Conselho Supremo de Planejamento do país, tendo como uma das mais importantes atribuições a garantia da segurança alimentar, falou com entusiasmo sobre uma possível parceria com o Brasil nesse tema.

 

“As autoridades e os empresários omanis buscam parcerias para garantir segurança alimentar na região. O Omã, por sua posição geográfica estratégica, pode servir como plataforma de processamento e distribuição de alimentos para os países do Golfo e do Sudeste Asiático, com destaque para o Irã e a Índia”, afirma Tatiana Palermo.

 

O país árabe é membro do Conselho de Cooperação do Golfo, junto com Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Catar, Bahrein e Kuwait, que importa anualmente cerca de US$ 53 bilhões em alimentos.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais