DATA: 10/02/2016

O faturamento com as exportações de couros recuou 16,4% em janeiro

Devido à valorização do dólar, o faturamento em reais cresceu 28,5% na comparação anual

O mercado do couro verde permanece estável. Com a oferta curta houve aumentos nos patamares de negociação de algumas empresas. O preço de referência se mantém em R$2,60 por quilo, considerando o produto de primeira linha no Brasil Central.

 

Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as exportações de couros somaram US$152,5 milhões em janeiro, uma redução de 22,1%, frente ao observado em dezembro de 2015 e de 16,4%, na comparação com janeiro do ano passado.

 

Já em reais houve acréscimo de 28,5% na comparação anual, devido ao câmbio. A cotação do dólar em janeiro foi 53,7% maior que no mesmo mês em 2015. Em volume, foram 39,0 mil toneladas, aumento anual de 25,7%. Frente à quantidade de dezembro de 2015 houve redução de 22,6%.

 

A cotação média, em dólares, dos couros embarcados teve redução de 33,5% na comparação anual. Em reais houve acréscimo de 2,2% no período. Nas últimas semanas, a redução das vendas para a China, devido ao Ano Novo no país, não tem sido suficiente para gerar pressão de baixa.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.