Mudanças climáticas vão prejudicar a produção de frangos

O estresse por calor é responsável por grandes perdas no rendimento de frangos, provocando diminuição do peso corporal e aumento de mortalidade

As criações de frangos poderão ser fortemente afetadas pelas mudanças climáticas. Pesquisas mostram que animais adultos são sensíveis a altas temperaturas e apresentam elevada mortalidade acima de 38 graus de temperatura ambiente. O estresse por calor é responsável por grandes perdas no rendimento de frangos, provocando diminuição do peso corporal e aumento de mortalidade.

 

Essas aves têm seu máximo desenvolvimento entre 18 e 20 graus, apresentando temperatura média da superfície da pele ao redor de 33 graus e temperatura interna de 41 graus. Cientistas pesquisam soluções como aclimatação, melhoramento genético e tecnologias relacionadas à infraestrutura das granjas.

 

Conforme a pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente (SP) Magda Lima, há a necessidade de desenvolver mais estudos e levantamentos sobre as regiões com altas temperaturas. “Algumas reações aos efeitos da mudança do clima na avicultura incluem a redução do consumo de alimento, no desempenho de poedeiras, nos níveis de fertilidade; atividade reduzida; aumento da mortalidade e surgimento de doenças,” diz a pesquisadora da Embrapa, que lembra outro efeito indireto importante: um cenário de aquecimento global afetaria também as lavouras de grãos, componente majoritário da dieta das aves.

 

Os pesquisadores apostam em novas tecnologias para minimizar esses problemas. “A termotolerância tem sido pesquisada, como, por exemplo, a aclimatação com exposição de aves recém-nascidas ao estresse por calor ou aves com genes que conferem redução no empenamento (aves com menos penas), que são tentativas para se conseguir melhor comportamento nessas condições”, diz a pesquisadora.

 

Pesquisas buscam características avícolas visando a maior adaptação ao aumento de calor. Um dos alvos desse trabalho são as galinhas-africanas de pescoço pelado que poderiam participar de cruzamentos para aprimoramento de linhagens. Outra solução eficaz estaria no investimento em instalações que amenizem os efeitos de altas temperaturas.

 

Deixe seu comentário

Leia mais