DATA: 12/01/2016

Moagem de cana-de-açúcar atingiu 594,08 milhões de toneladas

Na safra 2014/2015, as unidades terminaram cedo a moagem, já no atual ciclo, as usinas estenderam o período de processamento

Desde o início da safra até  1º de janeiro de 2016, a moagem da cana-de-açúcar alcançou 594,08 milhões de toneladas, com crescimento de 4,58% no comparativo com as 568,07 milhões de toneladas contabilizadas no mesmo dia de 2015.

 

Segundo a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) e demais sindicatos e associações do Centro-Sul, 56 unidades produtoras iniciaram o ano de 2016 processando cana-de-açúcar. Deste total, 21 empresas devem encerrar a safra na primeira quinzena de janeiro e 13 na segunda metade do mês. As demais unidades têm a intenção de finalizar a safra 2015/2016 apenas em fevereiro ou março de 2016.

 

O diretor Técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, conta que “na safra 2014/2015 as unidades terminaram a moagem de forma precoce, já no atual ciclo, com a maior disponibilidade de cana-de-açúcar, as usinas estenderam o período de processamento.” A quantidade de cana-de-açúcar a ser processada durante o período de entressafra pode ser considerada residual e dependerá fundamentalmente das condições climáticas observadas no período, diz.

 

Produção de açúcar e etanol 

A proporção de cana-de-açúcar direcionada para a fabricação de açúcar nos últimos 15 dias de dezembro atingiu apenas 32,29%. Com isso, a produção de açúcar na segunda metade do mês alcançou 382,99 mil toneladas. A produção quinzenal de etanol alcançou 506,11 milhões de litros, com 208,05 milhões de litros de etanol anidro e 298,07 milhões de litros de etanol hidratado. Rodrigues enfatiza que “a produção de etanol anidro continuou em ritmo acelerado e atingiu cerca de 20 litros por tonelada de cana-de-açúcar processada na segunda metade de dezembro.”

 

No acumulado desde o início da safra 2015/2016 até 1º de janeiro, a fabricação de açúcar somou 30,56 milhões de toneladas, expressivo recuo de 4,35% em relação a igual período do ano anterior. A produção de etanol totalizou 27,17 bilhões de litros (16,67 bilhões de litros de etanol hidratado e 10,50 bilhões de litros de etanol anidro), 4,87% superior ao índice registrado até a mesma data da safra 2014/2015 (25,91 bilhões de litros).

 

Vendas de etanol

As vendas de etanol pelas unidades produtoras da região Centro-Sul em dezembro somaram 2,52 bilhões de litros, com 178,96 milhões de litros direcionados para exportação e 2,34 bilhões de litros ao mercado interno. No mercado doméstico, o volume de etanol hidratado comercializado pelos produtores do Centro-Sul atingiu 1,40 bilhão de litros, crescimento de 8,43% frente aos 1,30 bilhão de litros contabilizados em dezembro de 2014.

 

Já as vendas de etanol anidro ao mercado interno totalizaram 935,81 milhões de litros em dezembro, contra 804 milhões de litros apurados no mesmo mês de 2014. Este aumento nas saídas de etanol anidro se deve entre outros fatores à retração da safra na região Norte-Nordeste, demandando maior volume de transferências do Centro-Sul.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais