Milho. oferta de milho. leilão. conab. farming brasil

Milho: colheita da safrinha chega a 36% nos estados do Centro-Sul

A falta de espaço nos armazéns, somada ao atraso no plantio de alguns estados, tem influenciado o ritmo da colheita

A colheita da segunda safra de milho chegou na quinta-feira (13/07) a 36% da área nos estados localizados no Centro-Sul do Brasil, de acordo com levantamento semanal da AgRural. O número representa avanço de 13 pontos em uma semana, mas segue atrasado na comparação com o mesmo período de 2016, quando houve quebra de safra e 46% da área já estava colhida. A média de quatro anos é de 35%.

 

Com previsão de continuidade do tempo seco e favorável aos trabalhos nas próximas semanas, parte dos produtores tem optado por colher mais lentamente e, assim, tirar o milho do campo com a menor umidade possível. De acordo com a AgRural, a falta de espaço nos armazéns, somada ao atraso no plantio de estados como Paraná e São Paulo, também tem influenciado o ritmo da colheita.

 

Atraso na colheita do milho

Os mais atrasados em relação ao ano passado são justamente São Paulo e Paraná, que colheram apenas 6% e 19%, respectivamente. Há um ano, a colheita estava em 50% e 45%. Além do atraso no plantio, as temperaturas mais amenas agora em julho têm dificultado a perda de umidade dos grãos em algumas áreas. No Centro-Oeste, o tempo seco tem favorecido os trabalhos e há registro de boa produtividade e qualidade na maioria das regiões. Quem puxa a colheita é Mato Grosso, com 61%, seguido por Goiás, com 30%, e Mato Grosso do Sul, com 15%.

 

Em Minas Gerais, a colheita está em 33%, contra 26% há um ano. Em Unaí, no noroeste, áreas de sequeiro que sofreram com a estiagem estão rendendo entre 40 e 60 sacas por hectare. Por conta da falta de chuva em parte de suas áreas produtoras, Minas Gerais e Goiás são os únicos estados do Centro-Sul que, segundo a AgRural, não baterão recorde de produtividade neste ano. A produção brasileira é estimada em recordes 67,2 milhões de toneladas. O número será revisado no início de agosto.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Revista Farming Brasil. Ano 1, edição 2.
Farming Brasil

A segunda edição da revista Farming Brasil foi lançada com mais de 100 páginas de conteúdo agronômico. Na reportagem de capa, produtores revelam os detalhes do manejo de sucesso que garantiram uma colheita de 290 sacas por hectare.

As reportagens contam como melhorar a gestão de insumos, apresentam técnicas de manejo, novidades no mercado de maquinário agrícola e dicas preciosas para ajudar o agricultor e o pecuarista a lucrar mais na fazenda. Para adquirir a revista, entre em contato conosco (a revista custa R$ 14,90 + frete de R$ 6,50. Clique aqui para enviar o seu pedido).

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.

 

Deixe seu comentário

Leia mais