Leite. produção de leite. leite industrializado. farming brasil - preço do leite

Leite: consumo reduzido e excesso de oferta pressionam os preços

Em Santa Catarina, os valores de referência pago ao produtor para o leite entregue em julho registram queda de 5,5%

A restrição de consumo no mercado doméstico e excesso de leite oriundo do Uruguai, da Argentina e do Rio Grande do Sul estão provocando excesso de oferta em território catarinense. A soma desses dois fatores resultou na queda dos preços praticados pelos laticínios aos produtores rurais catarinenses.

 

Essa situação foi analisada e mensurada pelo Conselho Paritário Produtor/Indústrias de Leite do Estado de Santa Catarina (Conseleite/SC) que esteve reunido nesta semana em Joaçaba para definir os valores de referência da matéria-prima. As notícias não são boas para quem produz: os preços de referência ao produtor projetado para o leite entregue em julho/2017 registram aproximadamente 5,5% de queda, quase seis centavos a menos por litro, em relação ao preço de referência do leite entregue no mês anterior.

 

O presidente do Conseleite/SC e vice-presidente regional da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), Adelar Maximiliano Zimmer, anunciou que o leite entregue em julho a ser pago em agosto tem as seguintes projeções de valores: leite acima do padrão R$ 1.2366/litro; leite padrão  R$ 1,0753 e abaixo do padrão R$ 0,9775. Os valores se referem ao leite posto na propriedade com Funrural incluso.

 

Redução do preço do leite

De acordo com a Faesc, a redução do preço do leite em todas as fases da cadeia produtiva nesta época do ano é absolutamente atípica. “É a primeira vez em dez ano que isso ocorre”, afirma Zimmer. O desemprego, a queda geral do poder aquisitivo da população e o excesso de importação – na avaliação do dirigente – são insuficientes para explicar a queda nos preços do leite que ocorrem desde maio.

 

No último mês foram importados 62 milhões de dólares em produtos lácteos, sendo mais de 60% leite em pó. Por outro lado, o observatório MilkPoint Radar identificou uma nova tendência de alta na oferta em razão dos custos dos concentrados estarem consideravelmente mais baixos. Queda no consumo, expansão na produção e aumento das importações fazem preço do leite cair no mercado catarinense. “Pode ser bom, momentaneamente, para o consumidor, mas é péssimo para o produtor rural”, diz o presidente.

 

Produção catarinense

Santa Catarina é o quinto estado em produção de leite e gera entre 3,0 e 3,1 bilhões de litros por ano, o que corresponde a 8,7% da produção nacional. A concentração da produção está na região oeste catarinense, respondendo por 75% da produção estadual. Ao todo estima-se que existam no estado cerca de 50 mil produtores comerciais de leite que produzem cerca de 8,5 milhões de litros por dia. A capacidade industrial é estruturada para processar até 10 milhões de litros de leite por dia.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Revista Farming Brasil. Ano 1, edição 2.
Farming Brasil

A segunda edição da revista Farming Brasil foi lançada com mais de 100 páginas de conteúdo agronômico. Na reportagem de capa, produtores revelam os detalhes do manejo de sucesso que garantiram uma colheita de 290 sacas de milho por hectare.

As reportagens contam como melhorar a gestão de insumos, apresentam técnicas de manejo, novidades no mercado de maquinário agrícola e dicas preciosas para ajudar o agricultor e o pecuarista a lucrar mais na fazenda. Para adquirir a revista, entre em contato conosco (a revista custa R$ 14,90 + frete de R$ 6,50. Clique aqui para enviar o seu pedido).

 

 

Revista Successful Farming Brasil
Revista Farming Brasil

A primeira edição aborda os sistemas de Integração Lavoura-Pecuária e Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. A equipe de reportagem ouviu produtores de Norte a Sul do Brasil e coletou os melhores depoimentos que ensinam a ter sucesso na implantação desses sistemas.

Em outra reportagem exclusiva, sojicultores contam os segredos de manejo nas lavouras de soja que garantiram produtividade acima de 100 sacas por hectare. Há também reportagens sobre o manejo de pragas com produtos biológicos, soluções para evitar a compactação de solo, como o uso de drones avança no campo, entre outros temas. Para adquirir a revista (R$ 14,90 + frete de R$ 6,50), clique aqui para enviar o seu pedido.

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.

 

Deixe seu comentário

Leia mais