Laranja: chuvas beneficiam a produção e alta deve ser de 2,6% em 2017/2018

Segundo o Fundecitrus, serão produzidas 374,06 milhões de caixas da fruta, sendo 28,67 milhões no Triângulo Mineiro

A reestimativa da safra de laranja 2017/2018 do cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro, divulgada na segunda-feira (11/09) pelo Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), aponta uma produção de 374,06 milhões de caixas, de 40,8 kg cada. Esse volume corresponde a um aumento de 2,63% em relação à estimativa inicial, publicada em maio, de 364,47 milhões de caixas. Da safra total, cerca de 28,67 milhões de caixas deverão ser produzidas no Triângulo Mineiro.

 

De acordo com boletim do Fundecitrus, o crescimento da safra foi provocado pelas chuvas acima da média nos meses de abril, maio e junho deste ano, que causaram aumento do peso das laranjas em relação à expectativa inicial e, por consequência, redução do número de frutos necessários para compor uma caixa de 40,8 kg. Os dados fornecidos pela Somar Meteorologia mostraram que a precipitação acumulada nesse período foi de 429 milímetros em média no cinturão citrícola, 173% superior à média histórica (1961 a 1990).

 

Safra 2017/2018

O tamanho das laranjas das variedades Hamlin, Westin e Rubi foi revisado para 277 frutos/caixa, quando na estimativa de maio/2017 projetavam-se 310 frutos/caixa. As outras variedades precoces foram reestimadas em 251 frutos/caixa, contra 257 frutos/caixa que haviam sido previstos inicialmente. O tamanho médio reestimado dos frutos, considerando todas as variedades, é de 259 frutos/caixa, enquanto o número projetado em maio era de 265 frutos/caixa.

 

A taxa média de queda de frutos, considerando todas as variedades, foi reestimada para 18,25%, enquanto o número projetado em maio era de 18,50%. De acordo com o coordenador do trabalho Vinícius Trombin, o número elevado de frutos encontrados no chão nesta safra pode levar a falsa impressão de que a taxa de queda está acima da normalidade. “Não há nenhuma evidência nesse sentido. É preciso considerar que a taxa é uma fração do número de frutos existentes na árvore em abril, isto é, no início da safra, e as árvores, por sua vez, estão muito mais carregadas nesta safra do que na passada”, afirma Trombin.

 

Colheita da laranja

Em relação à colheita dos frutos, cerca de 75% da safra das variedades Hamlin, Westin e Rubi já estava colhida em meados de julho. Em agosto, a colheita dessas variedades chegou a 93% e das outras variedades precoces atingiu 73%. Para a variedade de meia estação, Pera Rio, estima-se que apenas 27% da produção já tenha sido colhida. No caso das variedades tardias, estima-se que somente 8% da produção de Valência e Valência Folha Murcha já foi colhida, e 5% da Natal.

 

A reestimativa do Fundecitrus tem como base o monitoramento de 900 talhões do cinturão citrícola feito a partir da divulgação da estimativa inicial de maio. O trabalho de estimativa de safra é realizado pelo Fundecitrus em cooperação com Markestrat, FEA-RP/USP e FCAV/Unesp.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Farming Brasil. Ano 1, edição 3.
Farming Brasil. Ano 1, edição 3.

A terceira edição da revista Farming Brasil tem reportagem de capa sobre a plantabilidade da soja, com um dossiê completo para avaliar o solo, regular as plantadeiras, capacitar o operador da máquina e plantar com qualidade.

A revista conta também com um robusto especial sobre pecuária. A terceira edição apresenta tecnologias para as máquinas agrícolas, como os pneus radiais e as esteiras de borracha para colheitadeiras de grãos, sistemas de irrigação, tecnologia de aplicação de fertilizantes a taxa variável, energia solar e muito mais! Para adquirir a revista (R$ 14,90 + frete de R$ 6,50), clique aqui para enviar o seu pedido.

 

 

 

Revista Farming Brasil. Ano 1, edição 2.
Farming Brasil
Revista Successful Farming Brasil
Revista Farming Brasil

Na reportagem de capa da segunda edição, produtores revelam os detalhes do manejo de sucesso que garantiram uma colheita de 290 sacas de milho por hectare. As reportagens contam como melhorar a gestão de insumos, apresentam técnicas de manejo, novidades no mercado de maquinário agrícola e dicas preciosas para ajudar o agricultor e o pecuarista a lucrar mais na fazenda.

A primeira edição aborda os sistemas de Integração Lavoura-Pecuária e Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. A equipe de reportagem ouviu produtores de Norte a Sul do Brasil e coletou os melhores depoimentos que ensinam a ter sucesso na implantação desses sistemas.

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.

Deixe seu comentário

Leia mais