Colheitadeira de trigo.
DATA: 27/01/2016

John Deere orienta sobre a manutenção adequada de colheitadeiras

Confira dicas para que a máquina desempenhe o máximo da capacidade produtiva, sem custos adicionais e perdas de grãos

Oficialmente, a abertura nacional da colheita de soja será nos dias 28 e 29 de janeiro, em Cristalina (GO), porém, a colheita da soja na safra 2015/2016 já começou em algumas regiões produtoras, principalmente no Mato Grosso. Para ajudar o produtor a garantir uma colheita eficaz, a John Deere divulgou recomendações.

 

O especialista de Soluções Integradas para Colheita da John Deere, Fábio Schavinski , listou dicas para que a colheitadeira desempenhe o máximo da capacidade produtiva, sem custos adicionais, sem perdas de grãos e, principalmente, sem paradas não programadas durante a safra. Confira:

 

1 – Realizar uma revisão de toda máquina, substituir fluídos, filtros, peças de desgaste, correias desgastadas, trincadas ou ressacadas, entre outros.

 

2 – Recalibrar a plataforma, sensores de umidade e de massa.

 

3 – Verificar se existem atualizações de softwares da máquina para baixar.

 

4 – Observar se a corrente do alimentador está na engrenagem de 26 dentes, que é a velocidade correta para a colheita de soja.

 

5 – Colocar o tambor do alimentador na posição baixa, para colheita de soja e assim evitar danos excessivos nos grãos colhidos.

 

6 – Colocar o defletor do picador na posição “grãos” para soja.

 

7 – Reduzir ao mínimo possível a inserção de contra-facas (para diminuir o consumo de combustível e aproveitar ao máximo a potência do motor).

 

8 – Verificar a tensão das correias dos elevadores.

 

9 – Adequar a rotação do volume e comprimento do material picado e verificar se há desgaste de facas do picador.

 

10 – Observar se a medida da abertura de peneiras está igual ao indicado no monitor GS3 na cabine.

 

11 – Ajustar a dual zone da peneira superior. Recomendam-se cinco milímetros para terrenos nivelados e 10 milímetros para terrenos inclinados.

 

12 – Nivelar o côncavo é muito importante para melhorar trilha e separação dos grãos, que ocorre de forma mais efetiva e ainda reduz as perdas.

 

13 – Conferir se a transmissão do rotor está na segunda marcha, para a soja.

 

14 – Ajustar o tipo de cultura no monitor GS3 e fazer a configuração de rotor, ventilador, peneira e côncavo.

 

* As dicas se baseiam nas características das colheitadeiras Série S John Deere

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.