DATA: 19/02/2016

Inmetro concede ao IMA chancela para diagnóstico de doenças em rebanho

Diagnósticos são fundamentais para o controle e erradicação de doenças

O Laboratório de Saúde Animal (LSA) do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) recebeu no dia 11 de fevereiro a acreditação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para a realização de diagnósticos em doenças que podem vir a acometer os rebanhos.

 

Com essa chancela do Inmetro o IMA vai poder continuar realizando exames para o diagnóstico de febre aftosa, Peste Suína Clássica (PSC), brucelose, leptospirose, Anemia Infecciosa Equina (AIE), sarna, Encefalopatia Espongiforme Transmissível (EET) ou doença da vaca louca, raiva e doença de Aujeszky (pseudo raiva). A acreditação do IMA para a realização de exames de raiva em mamíferos foi a primeira concedida pelo Inmetro a um laboratório no Brasil.

 

A médica veterinária Marilda Ferreira Martins, chefe do laboratório, explica que o IMA iniciou em 2008 o processo de credenciamento junto ao Ministério da Agricultura (Mapa) para a realização dos diagnósticos. Nesse processo, começou com os diagnósticos para brucelose, AIE e febre aftosa ampliando, posteriormente, para as demais doenças, o que vem realizando desde então. Entretanto, explica, o próprio ministério exigiu que os laboratórios se adequassem para receber a acreditação do Inmetro, de forma a manterem esse credenciamento.

 

“O IMA cumpriu todas as exigências da auditoria realizada pelo Inmetro e, com isso, poderá continuar realizando os exames, atendendo a programas oficiais de controle e/ou erradicação de doenças nos rebanhos. Esses diagnósticos são fundamentais e dão suporte para a ação imediata dos serviços de defesa animal quando identificado algum foco de doença”, explica. “A sanidade dos rebanhos é fundamental para o êxito do agronegócio”, diz.

 

Auditoria rigorosa

O laboratório do IMA está apto a realizar diagnósticos solicitados por instituições ou profissionais de qualquer região do País. Marilda Martins ressalta a importância da chancela do Inmetro lembrando que o laboratório que não o obtiver será descredenciado pelo ministério e não poderá dar continuidade às suas atividades fiscais.

 

Para obter a chancela do Inmetro o laboratório do IMA passou por rigorosa auditoria composta por dois momentos. Num primeiro, foram verificados todos os procedimentos internos, instruções de trabalho – que descrevem o funcionamento dos equipamentos – e formulários, como o de controle de temperatura e outros. Na fase seguinte dois auditores permaneceram durante uma semana no laboratório, acompanhando o passo a passo da sua rotina de funcionamento.

 

Em 2015 o Laboratório de Saúde Animal do IMA realizou cerca de 12 mil diagnósticos atendendo,  principalmente,  aos exames periódicos para controle de doenças como Peste Suína Clássica (PSC) em granjas de reprodutores suídeos certificadas. Atendeu, também, às solicitações da Gerência de Defesa Animal do próprio IMA, que monitora a PSC no plantel mineiro. O laboratório atende também a criadores, veterinários autônomos e ao próprio Ministério da Agricultura.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais