Indicador do boi gordo recua quase 2% em dezembro

Neste mês, o interesse de frigoríficos na compra no spot caiu, especialmente para abate

No mercado bovino, as cotações da arroba seguem pressionadas neste mês. O interesse de frigoríficos na compra no spot caiu, especialmente para abate em dezembro, visto que parte das unidades já havia preenchido as escalas com animais obtidos via contrato.

 

Assim, pecuaristas com maior urgência de venda aceitam negociar a valores menores, aumentando a dispersão entre os preços mínimos e máximos. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), na quarta-feira (16/12), o Indicador Esalq/BM&FBovespa do boi gordo (Estado de São Paulo) fechou a R$ 145,35, baixa de 1,94% na parcial do mês.

 

“Nas próximas semanas, a maioria dos frigoríficos deve seguir praticamente sem interrupções. Grande parte deve suspender os abates apenas nos finais de semana prolongados de Natal e Ano-Novo. Algumas unidades ainda têm expectativa de que a demanda aumente no curto prazo”, diz o Cepea.

 

Deixe seu comentário

Leia mais