azeite, farming brasil, fiscalização, fraude
DATA: 12/09/2017

Importação brasileira de azeite de oliva cresceu 11,5% em 2017

De janeiro a agosto, o país importou 35,6 mil toneladas do produto, totalizando um gasto de US$ 187 milhões SF Agro

A Associação Brasileira de Produtores, Importadores e Comerciantes de Azeite de Oliveira (Oliva) comemorou na terça-feira (12/09) a alta nas importações de azeite pelo Brasil que, nos dois primeiros quadrimestres de 2017, aumentou 11,5% na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Sistema de Análise das Informações de Comércio Exterior (Aliceweb).

 

De janeiro a agosto, o país importou 35,6 mil toneladas do produto, totalizando um gasto de US$ 187 milhões , que é 17,5% superior ao mesmo período do último ano (US$ 159,1 mi). De acordo com Rita Bassi, presidente da Oliva, este aumento reflete a importância que o azeite vem ganhando para os consumidores. “Cada vez mais os brasileiros estão incorporando o azeite em sua dieta, pois já constataram que ele tem mais benefícios para a saúde que os outros óleos, como controle de colesterol e até prevenção contra o câncer, além de ser uma importante fonte de nutrientes”, afirma.

 

Azeite português

Portugal continua sendo o país que mais exporta azeite para o Brasil, sendo responsável por 59% do total. Na sequência, aparecem Espanha (17%), Argentina (9%), Itália (7%) e Chile (6%). Em relação ao tipo de azeite, a esmagadora maioria das importações corresponde ao tipo extra virgem (mais de 80%).

 

De acordo com Rita Bassi, ainda há uma perspectiva de aumento no fim do ano com a chegada do Natal, um dos períodos do ano em que há mais consumo de azeite pelos brasileiros. “O azeite ainda é uma categoria de importação sazonal, ou seja, durante o ano há dois picos de venda: a Páscoa e o Natal. Acredito que até o final de ano teremos muitos azeites entrando no país”, diz.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Farming Brasil. Ano 1, edição 3.

Farming Brasil. Ano 1, edição 3.

A terceira edição da revista Farming Brasil tem reportagem de capa sobre a plantabilidade da soja, com um dossiê completo para avaliar o solo, regular as plantadeiras, capacitar o operador da máquina e plantar com qualidade.

A revista conta também com um robusto especial sobre pecuária. A terceira edição apresenta tecnologias para as máquinas agrícolas, como os pneus radiais e as esteiras de borracha para colheitadeiras de grãos, sistemas de irrigação, tecnologia de aplicação de fertilizantes a taxa variável, energia solar e muito mais! Para adquirir a revista (R$ 14,90 + frete de R$ 6,50), clique aqui para enviar o seu pedido.

 

 

 

Revista Farming Brasil. Ano 1, edição 2.

Farming Brasil

Revista Successful Farming Brasil

Revista Farming Brasil

Na reportagem de capa da segunda edição, produtores revelam os detalhes do manejo de sucesso que garantiram uma colheita de 290 sacas de milho por hectare. As reportagens contam como melhorar a gestão de insumos, apresentam técnicas de manejo, novidades no mercado de maquinário agrícola e dicas preciosas para ajudar o agricultor e o pecuarista a lucrar mais na fazenda.

A primeira edição aborda os sistemas de Integração Lavoura-Pecuária e Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. A equipe de reportagem ouviu produtores de Norte a Sul do Brasil e coletou os melhores depoimentos que ensinam a ter sucesso na implantação desses sistemas.

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais