La Niña - Zoneamento agrícola - Clima. previsão do tempo. lavouras. chuvas. farming brasil - La Niña - agrometeorologia

4 curiosidades sobre o impacto do outono na agricultura

No outono é possível observar o aumento da produção de hortaliças, devido às temperaturas mais amenas registradas durante a estação

O outono no Hemisfério Sul teve início às 13h14, na terça-feira (20/03). Nesta data, o ângulo entre o eixo de rotação da terra em relação ao sol é de 90°. Isto significa que o dia e a noite têm aproximadamente a mesma duração: por volta de 12 horas. Este fenômeno astronômico é conhecido como Equinócio de Outono. O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) explica que, com a chegada do outono, a natureza muda de cores. Confira abaixo curiosidades e fatos agrícolas que marcam essa estação.

 

1 – Mudança de paisagem

Observa-se muitas mudanças nas paisagens/atividades agrícolas. Por exemplo, o aumento dos cultivos de hortaliças, devido às temperaturas mais amenas da estação. Em lavouras perenes, como o café, observa-se que, na sequência a floração e o enchimento de frutos que ocorreram na primavera e no verão, durante o outono os frutos estão amadurecendo, preparando as plantas para a colheita que virá a seguir.

 

2 – Sustentabilidade

Os agricultores que praticam ou querem praticar a agricultura de conservação, o sistema de plantio direto na palha, o manejo agroecológico e a adubação verde podem contar com espécies vegetais diferenciadas para utilização no manejo vegetativo dos agroecossistemas. Segundo a pesquisadora do Incaper Maria da Penha Angeletti, nestes sistemas diferenciados de agricultura, parte-se do princípio de que se deve reservar um período do ano, de 60 a 90 dias, para cultivar plantas que não vão gerar uma colheita comercial, mas que são cultivadas pelos benefícios que trazem às lavouras que virão na sequência; ao solo; à água e à vida dos agroecossistemas em geral (biodiversidade).

 

“Muitas espécies vegetais são próprias para o cultivo no outono-inverno, especialmente na Região Serrana onde, devido exigências climáticas, são semeadas preferencialmente no período de abril a junho, podendo se estender até agosto. Estamos falando de aveia-preta, aveia-branca, azevém, centeio, ervilha forrageira, ervilhaca peluda, ervilhaca comum, nabo forrageiro, tremoço azul e tremoço branco entre outras”, explicou a pesquisadora.

 

3 – Safra de outono/inverno

Cada uma destas espécies tem suas características e pode trazer inúmeros benefícios agronômicos, ambientais e econômicos às lavouras e aos agroecossistemas: proteger o solo da erosão; ajudar na economia de água nas propriedades; melhorar o solo e fazer adubação verde natural; ajudar no manejo natural do mato, de pragas e de doenças, atrair inimigos naturais e insetos polinizadores para as áreas agrícolas. A floração abundante agrada a todos pela beleza que cria nos campos cultivados, o que pode ser um diferencial em propriedades familiares que trabalham com Agroturismo.

 

4 – Condições do tempo

Na Região Sudeste do Brasil, por se tratar de uma estação de transição entre o verão e o inverno, o outono traz características de ambas as estações, com mudanças aceleradas nas condições do tempo. De acordo com as informações do Incaper, no Espírito Santo, os meses de abril, maio e junho, que compreendem o período da estação, apresentam uma maior frequência de fenômenos adversos, como nevoeiros em algumas áreas da Região Serrana.

 

O Incaper também informa que há uma diminuição nos índices pluviométricos e nas temperaturas durante o outono, devido à incursão de sistemas frontais acompanhados de massas de ar frio mais intensas. “A média acumulada de precipitação para a estação fica entre 300 e 500 mm no Sul e abaixo dos 200 mm no Norte. As temperaturas máximas médias ficam em torno dos 26,0 ºC na região Serrana e 31,0 ºC nas demais regiões”, informou o Incaper em comunicado.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Farming Brasil. Ano 1, edição 3.
Farming Brasil. Ano 1, edição 3.

A terceira edição da revista Farming Brasil tem reportagem de capa sobre a plantabilidade da soja, com um dossiê completo para avaliar o solo, regular as plantadeiras, capacitar o operador da máquina e plantar com qualidade.

A revista conta também com um robusto especial sobre pecuária. A terceira edição apresenta tecnologias para as máquinas agrícolas, como os pneus radiais e as esteiras de borracha para colheitadeiras de grãos, sistemas de irrigação, tecnologia de aplicação de fertilizantes a taxa variável, energia solar e muito mais! Para adquirir a revista (R$ 14,90 + frete de R$ 6,50), clique aqui para enviar o seu pedido.

 

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.

Leia mais