Governo investe na produção integrada de Abacaxi no Sul do Pará

A banana será o próximo produto a receber o sistema integrado, que adota tecnologias de boas práticas agrícolas

Produtores e técnicos da região de Conceição do Araguaia, no sul do Pará, começaram nesta semana, a capacitação em produção integrada de abacaxi. O método estabelece práticas de conservação do meio ambiente e o uso racional de agrotóxicos, proporcionando redução no custo da produção.

 

O programa do Ministério da Agricultura (Mapa) é coordenado no Pará pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), que controla todo o processo produtivo, desde o plantio até a venda ao consumidor. O principal objetivo é melhorar a qualidade, por meio do sistema de manejo integrado no cultivo dos alimentos.

 

A transferência e difusão da produção integrada de abacaxi começaram no Pará em 2011 e já foram capacitados técnicos e produtores dos municípios de Floresta do Araguaia, no sul do Estado; Santarém, no oeste e Salvaterra, no Marajó. Em Conceição do Araguaia, o Sistema Integrado será implantado durante três anos, com módulos a cada dois meses, capacitando 60 técnicos e mais de 400 produtores.

 

O consultor do programa no Pará é o pesquisador Aristóteles Matos, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa-BA), um dos maiores especialistas em abacaxi do País. O próximo módulo será em abril e vai tratar sobre o monitoramento de doenças e pragas da plantação. As principais são a Broca do Fruto e a Fusariose.

 

O sistema integrado é implantado no Pará pela Sedap, em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Agência de Defesa Agropecuária (Adepará), Instituto Federal do Pará (Ifpa) e prefeituras dos municípios.

 

O abacaxi foi escolhido para iniciar a produção integrada no Pará, por ser uma cultura importante para a economia do estado, que é o maior produtor brasileiro, com 326 milhões de frutos. Abastece os mercados do Sul, Sudeste e Nordeste do país, especialmente de janeiro a maio, período em que a colheita do abacaxi só é feita no Pará e Tocantins.

 

A banana será o próximo produto a receber o sistema integrado, que adota tecnologias de boas práticas agrícolas, resultando em alimentos sem resíduos de agrotóxicos e meio ambiente protegido. O método reduz o índice de doenças e pragas na plantação e aumenta em até 40% a produtividade.

 

Deixe seu comentário

Leia mais