DATA: 26/02/2016

Governo de Tocantins monitora cultivos de banana e abacaxi

As ações têm como foco as formas de controle e combate de pragas e doenças que acometem os cultivos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) realiza regularmente visitas para acompanhamento e monitoramento das lavouras de banana e abacaxi, como forma de controle e combate de pragas e doenças que acometem os cultivos no Tocantins.

 

As ações de fomento à produção acontecem numa parceria entre Seagro, Ministério da Agricultura (Mapa), Superintendência Federal de Agricultura no Estado do Tocantins (SFA-TO), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins) e Agência de Defesa Agropecuária (Adapec).

 

O trabalho vem sendo intensificado desde 2010, com a difusão do Projeto de Produção Integrada de Frutas (PIF) e ações para boas práticas na produção e comercialização de banana, e abacaxi. O objetivo é diminuir os riscos das principais doenças que acometem a fruticultura no Estado, a exemplos da fusariose (cultura do abacaxi) e sigatokas negra e amarela, e ainda, a moleque da bananeira (cultura da banana).

 

Os cultivos da banana e abacaxi são as principais atividades no segmento da fruticultura no Tocantins, sendo muito importantes para a economia do Estado. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2013, a área total plantada com banana é de 3.7 mil hectares e produção de mais de 23 mil toneladas. E a área total cultivada com abacaxi é de cerca de três mil hectares, com produção de mais de 60 mil toneladas. Cuidados fitossanitários Com relação aos cuidados fitossanitários o engenheiro agrônomo, Anderson Pereira, diz que a Secretaria da Agricultura orienta o produtor para estar atento desde a escolha da área de cultivo até a colheita dos frutos.

 

“No caso da banana, aquisição de mudas sadias, o recomendado é o plantio com mudas de laboratório (propagação in-vitro). Para o abacaxi, adquirir mudas de lavouras livres da fusariose. Para as duas culturas deve-se realizar o monitoramento de pragas e doenças nas lavouras, com objetivo de fazer controle químico apenas quando houver necessidade”, diz.

 

“Essas ações minimizam o uso de defensivos agrícolas, melhorando a qualidade dos frutos e reduzindo os custos para o produtor, além de contribuir para a preservação do meio ambiente”, afirma o engenheiro agrônomo. Ainda de acordo com o engenheiro agrônomo, além de seminários e reuniões com produtores e técnicos, a Seagro realiza, regularmente, visitas nas áreas de produção de banana e abacaxi para o monitoramento de pragas e doenças.

 

Os trabalhos realizados em dez anos de pesquisa ajudaram na elaboração do boletim técnico “Práticas de Cultivo para a Cultura do Abacaxi no Estado do Tocantins”. O objetivo é disponibilizar informações referentes à exploração racional dessas culturas. “Outro boletim sobre o cultivo de banana está sendo elaborado e será distribuído para os produtores”, conta Anderson Pereira.

 

Parceiros

O Ruraltins é parceiro no controle de pragas e doenças das lavouras disponibilizando serviços de extensão rural para orientar a produção de agricultores familiares. Segundo o gerente de orgânicos e agroecológicos do Ruraltins, Valdivino Fraga, a orientação é para que os agricultores façam a transição do uso de defensivos químicos para o natural, e que assim garantam uma alimentação saudável para suas famílias e para os consumidores. Por sua vez, a Adapec fiscaliza o transporte de banana (mudas e frutas) e realiza a certificação fitossanitária para comercialização do fruto em outros estados.

 

A agência também controla o trânsito e produção de mudas do abacaxi, nas propriedades rurais, para garantir espécies livres da fusariose, segundo o gerente de sanidade vegetal da Adapec, Marley Camilo de Oliveira. O Programa de Produção Integrada (PI Brasil) é promovido pelo Ministério da Agricultura, e no Tocantins em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, atendendo ao convênio (n° 806421/2014), que abrange as culturas da banana e abacaxi no Tocantins.

 

As ações desenvolvidas são principalmente no sentido de capacitar técnicos e produtores a respeito das boas práticas de produção, monitoramento de pragas e doenças nas lavouras, respeito ao Meio Ambiente e às questões sociais nas propriedades.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais