Suinocultura

Governo cria grupos de trabalho para Olimpíadas e peste suína clássica

O grupo que organizará a estratégia de erradicação da doença nos suínos vai atuar em 8 Estados

A Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) criou dois grupos de trabalho, de acordo com portarias publicadas nesta quarta-feira (06/04) no Diário Oficial da União. Um deles tem a finalidade de oferecer subsídios técnicos e operacionais durante os Jogos Olímpicos Rio 2016 e viabilizar o cumprimento das normas fitossanitárias. O outro grupo é responsável pela elaboração de proposta estratégica para erradicação da peste suína clássica.

 

“O Grupo de Trabalho Olimpíadas SDA vai estar vigilante a qualquer eventualidade que possa acontecer durante os Jogos Olímpicos. Precisamos estar preparados para reagir com rapidez, caso haja algum problema”, diz o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Luis Rangel. O grupo é formado seis representantes do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), Departamento de Saúde Animal (DAS) e Departamento de Fiscalização de Insumos Pecuários (DFIP).

 

De acordo com o diretor do DSA, Guilherme Marques, a criação do grupo de trabalho para estabelecer a estratégia de erradicação da peste suína terá como foco Alagoas, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. Esses oito Estados ainda não têm reconhecimento como zona livre da doença. “Essa é mais uma etapa do programa, para que futuramente o país possa ser totalmente reconhecido como livre da peste suína”, diz Marques.

 

Para suas reuniões, o grupo de trabalho sobre a peste suína poderá convidar representantes de outras áreas do Mapa, integrantes do Comitê Científico Consultivo do Programa Nacional de Sanidade Suídea e especialistas de entidades públicas ou privadas.

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais