Embrapa e Fepagro lançam nova cultivar de batata-doce

Variedade de alta produtividade que pode ser usada para consumo humano e produção de biocombustível

A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) e a Embrapa lançam uma nova cultivar de batata-doce: a BRS Fepagro Viola, uma variedade de alta produtividade que pode ser usada para consumo humano e produção de biocombustível. O evento de lançamento está marcado para 21 de março, às 14h30, no espaço da Fepagro na Expoagro.

 

Atividades de melhoramento de batata-doce funcionam desde 1942 na Fepagro Vale do Taquari, com variedades sendo utilizadas pelos agricultores locais há muitas décadas. Em conjunto com a Embrapa, pesquisadores da Fepagrocoletaram amostras dessas variedades utilizadas pelos produtores. No processo de seleção, foi realizada a limpeza clonal e multiplicação dos materiais mais promissores em termos de vigor e produtividade.

 

Dos mais de 50 materiais testados a campo, a BRS Fepagro Viola se destacou pela alta produtividade e versatilidade. “É uma cultivar que responde bem a qualquer trato cultural e produz de 60 a 80 toneladas por hectare”, detalha o pesquisador da Fepagro Vale do Taquari Zeferino Chielle. Outro diferencial da cultivar, de acordo com Chielle, é a diversidade no tamanho da raiz, que pode ter formatos diferentes e, por isso, diferentes aplicações. “Serve para consumo humano, para produção de biocombustível e até para ração animal, devido a seu alto valor energético”, enumera.

 

Zeferino ressalta que a massa aérea da planta, produzida em abundância pela BRS Fepagro Viola e com teor de proteína de 16%, também pode ser aproveitada para alimentação animal e produção de biocombustível. Para a produção de biocombustíveis a batata-doce é uma cultura importante. “Sabe-se que uma tonelada de cana-de-açúcar produz  80 litros de etanol, enquanto a mesma quantidade de batata-doce, produz 158 litros. No Brasil, este processo esbarra na baixa produtividade das cultivares e na falta de mecanização das lavouras”, informou o pesquisador da Embrapa Clima Temperado, Luis Antonio Suita de Castro.  Segundo ele, as cultivares registradas pela Embrapa e recomendadas à produção,  especialmente a BRS Fepagro Viola,  obtiveram médias superiores a 3,0 Kg/planta, o que indica produção de 75 t/ha em lavouras corretamente conduzidas.

 

Características da Nova Cultivar

– Alto vigor e grande produtividade;

– Forma alongada, pele púrpura (vinho);

– Polpa na cor creme;

– 35,79% de amido (100 g).

 

Deixe seu comentário

Leia mais