Fábrica produzirá fertilizante organomineral no Paraná

Anualmente, serão produzidas 25 mil toneladas de fertilizante organomineral granulado a partir de resíduo de cama de frango

A Embrapa Solos (RJ), em parceria com a empresa Calderon Consulting (BA), forneceu tecnologia para a elaboração de fábricas que produzirão fertilizante organomineral granulado a partir de resíduo de cama de frango. Esse produto é considerado sustentável, sem produção de resíduos, efluentes ou gases de efeito estufa.

 

Em Goioerê (PR), a primeira destas fábricas começa a sair do papel. A empresa Organobras acreditou no projeto da Embrapa e Calderon e pelo potencial do mercado de fertilizantes organominerais, que está em crescimento.

 

A fábrica já possui terreno próprio, atualmente está em fase de terraplanagem e construção do barracão. A expectativa é que ela esteja operando no final de 2016. A expectativa de produção é de 25 mil toneladas por ano, com expectativa de faturamento de R$ 35 milhões em dois anos.

 

A localização escolhida para a fábrica fica próxima de muitos aviários, que são os fornecedores da matéria orgânica (cama de frango). Além disso, com grande produção de grãos, que consome milhões de toneladas de fertilizante por ano, a região tem potencial tanto para fornecer matéria orgânica, como para consumir o fertilizante.

 

Por outro lado, as dificuldades são falta de incentivos legais e fiscais para este tipo de produto e de linhas de financiamento que levem em conta a relevância e a importância do fertilizante organomineral.

 

Deixe seu comentário

Leia mais