Exportações de ovos cresceram 12,1% em fevereiro

De acordo com a ABPA, a receita chegou a R$ 2,3 milhões no período, 10,9% a mais que o saldo registrado em fevereiro de 2015

Levantamentos da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) mostram que as exportações brasileiras totais de ovos (in natura e processados) registraram crescimento de 12,1% em fevereiro na comparação com o mesmo período do ano passado, com 1,8 mil toneladas exportadas. O resultado cambial também foi positivo no segundo mês do ano.  De acordo com a ABPA, a receita chegou a R$ 2,3 milhões no período, 10,9% a mais que o saldo registrado em fevereiro de 2015.

 

No total do bimestre, o setor registrou decréscimo de 5,5% no volume exportado, com 4,06 mil toneladas embarcadas.   Em receita, a retração é de 11%, com saldo de US$ 4,8 milhões. O Oriente Médio foi o principal destino dos embarques de ovos neste primeiro bimestre, com 3,231 mil toneladas exportadas (-9%).  Os Emirados Árabes Unidos importaram 3,047 mil toneladas (-13%).  A Arábia Saudita, em segundo lugar, importou 108 toneladas (+100%).

 

Na Ásia, o Japão (segundo maior importador de ovos do Brasil) foi destino de 570,6 toneladas nos dois primeiros meses deste ano, 2.319% a mais que no ano anterior. “O mercado interno está aquecido, o que influenciou o saldo final do bimestre.  Mesmo neste contexto, mercados novos como o Japão e Bahrein, vem mostrando força nas compras, indicando que há espaço para crescer neste ano”, explica Ricardo Santin, vice-presidente de aves da ABPA.

 

Deixe seu comentário

Leia mais