Café

Brasil exportou quase três milhões de sacas de café em março

Dados são do Relatório do mês de março do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – CeCafé

O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – CeCafé informou no seu Relatório Mensal Março/2016 que as exportações brasileiras de café atingiram cerca de quase 3 milhões de sacas no mês de março de 2016, número 2,5% superior ao reportado em fevereiro deste ano, com destaque para o crescimento de 3,6% nos embarques de café arábica. Com isso, o acumulado dos últimos 12 meses registra mais de 36,7 milhões de sacas exportadas.

 

Considerando o ano safra de julho de 2015 a março de 2016, o relatório demonstra que já foram exportadas 27,926 milhões de sacas de 60 kg, ou seja, um aumento de 0,6% em relação ao mesmo período anterior. Esse resultado se deve principalmente ao aumento das exportações do café arábica e solúvel que tiveram acréscimos de 5,1% e 5,6%, respectivamente. Conforme depoimento do presidente do CeCafé, Nelson Carvalhaes no Relatório, o mercado trabalhava com a expectativa de que o Brasil teria uma redução de exportações neste período, o que não ocorreu devido aos bons níveis de estoques existentes. Assim, nosso desempenho ficou acima do esperado, muito próximo às 3 milhões de sacas.

 

De acordo com dados do CeCafé, no primeiro trimestre de 2016, do total geral de exportações de 8,712 milhões de sacas de 60 kg,  7,628 milhões de sacas foram de café arábica, 202 mil de sacas de café robusta e 882 mil de café industrializado (solúvel e T&M). Outro ponto positivo destacado pelo CeCafé é que os cafés diferenciados, que incluem os cafés especiais, atingiram 1,8 milhões de sacas exportadas, de janeiro a março deste ano.

 

Os principais países importadores do café brasileiro no período de janeiro a março de 2016, conforme esse Relatório, em sacas de 60 kg, foram E.U.A. – 1.605.397, Alemanha – 1.552.240, Itália – 860.482, Japão – 712.250, Bélgica – 554.025, Federação Russa – 224.643, Turquia – 224.458, Canada – 187.313, Suécia – 184.530, Eslovênia – 178.895 e outros – 2.428.289. A receita cambial com essas 8,712 milhões de sacas de 60 kg exportadas no primeiro trimestre de 2016 totalizou US$ 1,283 bilhão.

 

Produção de café

Na ótica da produção, a Companhia Nacional de Abastecimento – Conab, com base no Acompanhamento da Safra Brasileira – Primeiro Levantamento 2016, estima que a produção brasileira de 2016 deverá ficar entre 49,13 e 51,94 milhões de sacas de 60 quilos de café beneficiado. Se considerada a média desse intervalo (50,5 milhões de sacas), esta poderá ser a segunda maior safra de café do Brasil, ficando atrás da safra de 2012, que foi de 50,8 milhões de sacas. A previsão indica um acréscimo de 13,6% a 20,1% em relação à safra de 2015 que foi de 43,24 milhões de sacas produzidas no País.

 

Deixe seu comentário

Leia mais