Lácteos. Leite, queijos, manteiga, requeijão.

Exportações brasileiras de lácteos registraram grande queda em março

Em comparação com fevereiro o faturamento caiu 77,2%

Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Brasil exportou US$4,34 milhões em produtos lácteos em março. Na comparação com o mês anterior, o faturamento caiu 77,2%.

 

O volume embarcado também caiu. Passou de 6,20 mil toneladas em fevereiro passado para 2,50 mil toneladas em março. O produto mais exportado foi o leite em pó, que somou 1,80 mil toneladas e US$2,69 milhões em faturamento. Os principais compradores dos produtos lácteos brasileiros, em valor, foram a Arábia Saudita (29,5%), os Emirados Árabes Unidos (8,8%) e a Rússia (7,8%).

 

De acordo com a Scot Consultoria, na comparação com igual período de 2015, tanto volume como faturamento reduziram de 65,1% e 83,9%, respectivamente. A Venezuela, importante importadora de produtos do Brasil, não somou nada durante o mês de março, colaborando na retração dos embarques.

 

“Outro fator que colaborou foi a curva de produção menor, apesar de normal para o período, a produção foi prejudicada pelos custos de produção em alta, menores investimentos e corte de gastos por parte do produtor. O clima também prejudicou”, diz a Scot Consultoria.

 

Deixe seu comentário

Leia mais