Feijão

ExpoLondrina terá oficinas sobre a importância das leguminosas

Objetivo é ampliar a consciência pública sobre os benefícios nutricionais dos grãos

O Instituto Emater, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) estarão demonstrando, em parcelas cultivadas na Via Rural Fazendinha, na ExpoLondrina 2016, a ser realizada de 7 a 17 de abril, em Londrina (PR), 13 espécies comestíveis de leguminosas (feijão guandu, guandu anão, lentilha, ervilha, soja, feijão carioca, grão de bico, feijão caupi, feijão mungo, feijão fradinho, feijão azuqui, amendoim e tremoço branco) e oito leguminosas utilizadas para o manejo de solo e na alimentação animal (Crotalaria ocroleuca, Crotalaria spectabilis, alfafa, soja perene, lab-lab, ervilha forrageira, mucuna preta, mucuna anã).

 

A ideia é debater o assunto em 2016, Ano Internacional das Leguminosas, proposto pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), cujo objetivo é ampliar a consciência pública sobre os benefícios nutricionais dos grãos. No Brasil, o feijão e a soja são as leguminosas mais conhecidas, mas existem muitas outras como as ervilhas, a lentilha, o grão de bico, além do feijão fradinho, guandu e azuki, por exemplo, introduzidos na culinária nacional.

 

De acordo com o pesquisador José Marcos Gontijo Mandarino, da Embrapa Soja, as leguminosas utilizadas na alimentação humana são importante fonte de proteínas, vitaminas e minerais. Suas propriedades nutricionais podem auxiliar no equilíbrio corporal e na manutenção da saúde. O feijão carioca é um dos produtos mais consumidos no Brasil, esta leguminosa possui em sua composição 18% de proteínas e de 2 a 10 mg de ferro/ 100 g de feijão. Na composição da soja, encontram-se 37% de proteínas e 20% gorduras constituídas principalmente por ácidos graxos poli e monoinsaturados, conhecidas como “gorduras boas”.

 

Além de excelente fonte nutricional, as leguminosas funcionam como adubos verdes contribuindo para a manutenção da qualidade do solo e garantindo a sustentabilidade dos sistemas de produção. Quando semeadas antes das gramíneas (milho e trigo), as leguminosas podem melhoram a qualidade do solo disponibilizando Nitrogênio, nutriente essencial na formação da proteína. “A cobertura do solo proporcionada pelas leguminosas e suas raízes aumentam o teor de matéria orgânica, responsável pela manutenção da vida microbiana e equilíbrio no solo. Como resultado, aumentam também a infiltração de água, a recuperação de áreas degradadas e melhoram as produtividades das culturas,” explicam os técnicos Pedro Moreira, da Embrapa Soja, e Reinaldo Neris dos Santos, do Instituto Emater/ PR.

 

Para debater o tema Importância das Leguminosas e apresentar os resultados do trabalho realizado pela Campanha Plante seu Futuro nas últimas safras, serão promovidas  oficinas na Unidade do Projeto Grãos da Via Rural Fazendinha, de 13 a 15 de abril, das 14h às 15h, conforme detalhado na programação.

 

Oficinas sobre Importância das Leguminosas

Dia 13 de abril

14h às 15h

Importância da soja na alimentação humana

Instrutores: José Marcos Gontijo Mandarino e Vera de Toledo Benassi, pesquisadores da Embrapa Soja e a  nutricionista Lara Barbosa, do Mesa Brasil/SESC.

 

Dia 14 de abril

14h às 15h

Os problemas do nematoide na cultura do soja

Instrutor: Geraldo Estevan de Souza Carneiro, pesquisador da Embrapa Soja

 

Dia 15 de abril

14h às 15h

Apresentação das ações e resultados da campanha Plante seu Futuro em Manejo Integrado de Pragas e Doenças e a importância do rizóbio na produção de nitrogênio para as leguminosas.

Instrutores: Arnold Barbosa de Oliveira, analista de transferência de tecnologias da Embrapa Soja e extencionistas Reinaldo Neris dos Santos e Alcides Bodnar, do Instituto Emater e Rodolfo Bianco, do Iapar.

 

Evento: Oficinas sobre Leguminosas

Datas: 13 a 15 de abril

Local: Unidade Expositiva do Projeto Grãos da Via Rural Fazendinha na ExpoLondrina 2016

Inscrições: (43) 3305-1411 ou email: ellondrina@emater.pr.gov.br, com Edson Luiz Moreno ou Wagner Evangelista dos Santos.

Mais Informações: Pedro Moreira (43-9919-7636) e Reinaldo Neris (43-8433-1333)

 

Deixe seu comentário

Leia mais