Mosca branca

Embrapa lança livro sobre Pragas Agrícolas e Florestais na Amazônia

A obra é dividida em seis partes: pragas de frutíferas, de grandes culturas, florestais, quarentenárias, gerais e parasitóides de ovos

Quatro pesquisadores da Embrapa Amazônia Oriental participam da obra “Pragas Agrícolas e Florestais na Amazônia”, lançado nesta semana dentro da programação do XXVI Congresso Brasileiro de Entomologia e IX Congresso Latino-Americano, que ocorre de 13 a 17 de março, em Maceió, Alagoas.

 

A obra é dividida em seis partes: pragas de frutíferas, de grandes culturas, florestais, quarentenárias, gerais e parasitóides de ovos, das quais os pesquisadores que atuam no Pará participam de 15 dos 30 capítulos, de pragas associadas a espécies frutíferas (abacaxi, banana, cacau, camu-camu, citros, cupuaçu, goiaba, graviola, maracujá, palmeiras) e florestais (acácia, andiroba e andirobinha, eucalipto, paricá e teca).

 

A publicação “Pragas Agrícolas e Florestais na Amazônia” tem 608 páginas e conta com Neliton Marques da Silva, Ricardo Adaime e Roberto Antonio Zucchi como editores técnicos da publicação. Dos 60 autores do livro, quatro são pesquisadores do laboratório de Entomologia da Embrapa Amazônia Oriental: Alexandre Mehl Lunz, Aloyséia Cristina da Silva Noronha, Roni de Azevedo e Walkymário de Paulo Lemos.

 

 

Deixe seu comentário